Mensuração de passivos exigiveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mensuração


MENSURAÇÃO DE PASSIVOS EXIGÍVEIS


Para mensurar os passivos exigíveis devemos segregá-los em duas categorias, os passivos exigíveis monetários e os não monetários.


 MENSURAÇÃO DE PASSIVOS EXIGÍVEIS MONETÁRIOS

São as obrigações que envolvem o pagamento de um valor predeterminado, portanto são exigibilidades denominadas em valores nominais.
Normalmente aavaliação corrente da obrigação a ser paga no futuro é determinada no contrato ou acordo que deu origem ao passivo.
No caso de passivo a ser liquidado no curto prazo, passivo circulante, o montante apresentado é o valor de face (valor pago no vencimento), sendo que a relevância do desconto nesse cálculo tende a ser imaterial.
Para os passivos a longo prazo, o montante do desconto énormalmente significativo, portanto, a avaliação corrente deve ser apresentada pelo somatório do valor presente de todos os pagamentos futuros a serem feitos conforme discriminado no contrato.

 MENSURAÇÃO DE PASSIVOS EXIGÍVEIS NÃO MONETÁRIOS

Para Hendriksen, são os passivos exigíveis provenientes da obrigação de fornecer bens ou serviços em quantidade e qualidade predeterminadas.Normalmente são classificados no circulante e decorrem de pagamentos adiantados por serviços, a serem prestados aos clientes. A assinatura de jornais, revistas e a compra de ingressos para uma temporada são exemplos de passivos não monetários.
Entretanto, nem todos adiantamentos são de natureza monetária. As obrigações não monetárias são expressas em termos de preços predeterminados ou convencionadosreferentes a bens ou serviços específicos. Portanto, o valor monetário dos bens e serviços poderia variar, mas não sua quantidade ou qualidade.


Provisões



Conceito

Provisões representam estimativas de perda de ativos ou de obrigações para com terceiros. Esses eventos, embora já tenham seu fato gerador contábil ocorrido, não podem ser medidos com exatidão e têm portanto caráterestimativo.

Provisões Passivas

São classificadas no passivo exigível indicando obrigações.

Quanto ao Aspecto Fiscal

As provisões podem ser:
Dedutíveis
São aquelas que a legislação do Imposto de Renda permite a sua dedutibilidade quando da determinação do lucro real.
Indedutíveis
São aquelas que a legislação do Imposto de Renda não permite a sua dedutibilidade quando da determinação dolucro real.

Provisões Passivas

a) Provisão p/ Férias (dedutível);
b) Provisão p/ 13º Salário (dedutível);
c) Provisão p/ Gratificação a Empregados (dedutível até 31/12/95);
d) Provisão p/ Licença Prêmio (dedutível até 31/12/95);
e) Provisão p/ Gratificação a Administradores;
f) Provisão p/ Riscos Fiscais ou Eventuais;
g) Provisão p/ Contingências;
h) Provisão p/ Resgate de PartesBeneficiárias

Contabilização

Como regra geral as provisões têm como débitos elementos de despesas e, como contrapartida, créditos em conta patrimoniais que, como vimos podem ser contas redutoras de ativo ou contas de passivo exigível. Exemplo: Despesas Provisionadas a Provisões (ativas/passivos)
Passivo Contingente

De acordo com as Normas Internacionais de Contabilidade, um passivocontingente é:


a) uma possível obrigação que resulta de acontecimentos passados e cuja existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais acontecimentos futuros incertos não totalmente sob controlo da entidade; ou


b) uma obrigação presente que resulta de acontecimentos passados, mas que não é reconhecida porque:


i) não é provável que um exfluxo de recursosque incorporam benefícios económicos seja exigido para liquidar a obrigação, ou


ii) a quantia da obrigação não pode ser mensurada com suficiente fiabilidade.

PASSIVO CONTINGENTE

Os passivos contingentes não devem ter seus efeitos reconhecidos no balanço patrimonial da empresa, mas devem ser divulgados pela empresa quando seus efeitos são considerados relevantes.

No momento...
tracking img