Memorial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1381 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A contingência do memorial
Este memorial descritivo tem como objetivo apresentar a minha ingressão na universidade e o começo da minha trajetória acadêmica até a presente data.Para elaborá-lo, levei em conta as condições, situações e contingências que envolveram o meu desenvolvimento tanto no lado pessoal quanto no lado acadêmico. Além, de considerar este memorial um trabalho auto-avaliativo,acredito que ele será um instrumento confessional das minhas possibilidades de concretizar o meu desejo de cumprir mais uma etapa intelectual de minha vida.



A diferença entre o possível e
o impossível é a vontade humana
Anônimo

Memórias

Avida é tão complicada principalmente quando você se torna adulto, nunca pensei muito o que queria ser quando crescer,aquela velha e tradicional pergunta que todos fazem quando você é criança e quando você ta prestes a terminar o ensino medio e escolher um curso na faculdade, sinceramente sinto falta da minha falta de responsabilidade e das loucuras do colegial que foram trocadas por normasacademicas e disciplinas especificas.
Sempre tive um facino pela literatura,textos e livros sempre foram meu ponto franco,para me comprar era só me da um livro de algum autor favorito meu e pronto você ja tinha minha total consideração,a escrita sempre foi minha companheira em noites de insônia ou em dias de inspiração, ela flui sem muita explicação,mas foi aos quarenta minutos do segundo tempo quetomei a decisão que daria uma direção ao o meu futuro, e no fim decidi que psicologia era o que eu queria e quero fazer.
Não faz sentido passar pela vida sem vive-la intensamente e sem ajudar o proximo, de pensar que essa profissão pode ajudar uma pessoa e faze-la crescer e enxergar a vida por outros olhos ja me deixa bastante satisfeito.
Depois de dezenas de testes vocacionais,de personalidadeentre outros a decisão foi clara "eu quero ser psicologo,eu quero ganhar dinheiro,claro" mas eu quero fazer as pessoas enxergarem a vida de outra maneira e faze-las se revoltarem contra esse sistema ridiculo que manipula todos" foi exatamente essas frase que passou na minha mente.Não posso negar que foi uma decisão bastante dificil afinal eu realmente sou apaixonado por lingua portuguesa e sim queriacursar letras, na verdade algo que não tivesse matematica pra mim ja seria o bastante,que não foi o caso,pois tenho estatisticas(risos).
Depois da sensação terrivel do primeiro vestibular,eu finalmente ingressei na universidade como dizia meu professor "um novo mundo, uma nova vida" e era realmente o que eu esperava,gente madura com intuito de aprimorar,conhecer e adquirir conhecimentos novossobre uma determinada área, e isso pouco a pouco foi me encantando a cada dia. Sinceramente hoje não me vejo mais fora disso e desistir é uma plavara que deletei do meu vocabulario,ou melhor do meu dicionario.
É incrivel como meus conceitos,idéias,cotidiano e até minhaa personalidade mudou.
Ao longo dos meses vejo mudanças em mim hoje sou mais critico e cético e pra falar a verdade adoro isso,sem contar que estou muito mais argumentativo e flexivel, e amando o que faço cada dia mais.Mas sei que isso é só o começo.

Mestres:

Não tem como expressar a minha admiração perante a cada um dos professores, mas realmente alguns merecem ser citados,todos fazem um trabalho excelente,mas duas figurinhas me chamaram muita atenção e pra variar são as disciplinas que mais gosto: laboratóriotextual e História e atualidades da psicologia.
É engraçado o contraste das duas irmãs, sim! as professoras das materias citadas são irmãs,o sarcasmo da Vivian com a doçura da Glória o diferente modo de demonstrar carinho perante os alunos,é encantador ver a vontade e felicidade que a glória da aula ela mostra que ama aquilo que faz,da pra notar nos olhos dela, a Vivian por sua vez tem toda essa...
tracking img