Memorial descritivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5131 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1- INTRODUÇÃO

Atualmente, muito se tem falado sobre o termo sociedade de consumo que se estabeleceu para designar uma nova formação social, sobretudo a partir da segunda metade do século XX. Ela é determinada não apenas pela produção de objetos, serviços e bens materiais e culturais, mas também por seu consumo acelerado.
O consumo, segundo Silva (1999), é a parte indissociável do cotidianodo ser humano, independentemente de sua classe social; desde o nascimento e em todos os períodos de sua existência, o ser humano está sempre consumindo e os motivos vão desde a sua necessidade de sobrevivência até o consumo por simples desejo.
O ato de consumir é comum a todos os seres do universo e para que o consumo seja efetuado é preciso que se tenham recursos disponíveis. Os recursos são osmeios que as pessoas possuem para satisfazer suas necessidades, eles podem ser materiais (dinheiro, bens) ou humanos (habilidades, tempo). Os recursos, por sua vez, são escassos, isto quer dizer que não são suficientes para atender a todos os desejos e necessidades das famílias, daí surge a necessidade de se planejar e tomar decisões. Este consiste na escolha de como utilizar os recursos eenvolve reconhecimento da necessidade, procura por alternativas, avaliação das alternativas e aceitação das responsabilidades da decisão (SILVA et al, 1995).
No cotidiano das famílias, cada membro assume o caráter de consumidor ao utilizar dos recursos que lhe são disponíveis, e para isso é necessário que haja um planejamento dos gastos a serem efetivados. De acordo com Almeida (2003), o consumidor éaquele que utiliza o recurso disponível como destinatário final, ou seja, utiliza o bem ou serviço para uso próprio .
A produção e consumo na família estão estreitamente ligados ao seu poder aquisitivo e à situação econômica da sociedade. Assim dois dos fatores determinantes na família é a posse e o uso de recursos. A família deve possuir recursos para satisfazer suas necessidades e estes devemser distribuídos entre seus membros e devem fornecer alternativas para uma escolha do grupo familiar, afim de melhorar sua qualidade de vida (SILVA et al, 1995).
A fartura de recursos permite uma maior realização de desejos e necessidades, e um número maior de metas alcançadas. Porém é necessário combinar os recursos disponíveis e usá-los de forma eficiente para que eles dêem um retornosatisfatório promovendo o bem-estar individual e familiar.
A administração é o processo de usar os recursos para atingir objetivos. A falta de administração ou as práticas que prejudicam a administração do dinheiro pode levar à “déficits” financeiros, que vêm levando cada vez mais o trabalhador e sua família ao endividamento, gerando inúmeros problemas (FREITAS, 2005).
No entanto, a população nãoconseguindo programar da melhor forma seus gastos, endivida-se, gerando um aumento do número de cheques sem fundo e de inadimplências. O processo de endividamento que os trabalhadores brasileiros vêm passando, geram inúmeros problemas à família que depende deste para sua sobrevivência. Com o intuito de pagar dívidas, recuperar o equilíbrio financeiro, solucionar imprevistos e aproveitaroportunidades, os trabalhadores brasileiros vêm recorrendo à empréstimos de instituições que oferecem diversas formas facilitadas de pagamento do crédito (FREITAS, 2005).
São inúmeras as linhas de crédito oferecidas pelo mercado atual, os mais usados são os cheques especiais e empréstimos rápidos. O empréstimo, em especial, é caracterizado como uma linha de crédito disponibilizado pelos bancos ou financeirasque independe do destino do dinheiro, sendo então diferente do DCD (Crédito Direto ao Consumidor) que está vinculado à compra de bens específicos ( PROCON )
Pesquisas mostram que o número de endividamentos da população cresce a cada ano, acompanhado o aumento da população de baixa renda. Os mais pobres não dispondo de recursos e conhecimentos para se protegerem da inflação, enquanto os mais...
tracking img