Melhoria em molde

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1837 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Melhoria em molde de Injeção de Alumínio Fundido sob pressão


OBJETIVO: Aumentar a vida útil do molde (redução do desgaste, redução da afinidade aço/alumínio, o desgaste químico, devido à corrosão intergranular pela difusão de alumínio no aço).

O Processo de Injeção de Alumínio sob pressão e o molde

O processo de fundição sob pressão de alumínio exige que o ferramental (moldes,matrizes e seus componentes) suporte enormes esforços, fazendo com que especial atenção seja dada à fabricação, para que a sua vida atinja com folga os valores estipulados e, muitas vezes, superá-los.
Os aspectos constantes da construção de uma ferramenta, todos eles de grande importância, são o projeto, o material, o processo de fabricação e os tratamentos térmicos e superficiais, baseados entreoutros, no projeto da peça final, no processo de injeção e na vida esperada da ferramenta.
A vida da matriz ou molde de injeção é determinada pelo tempo de produção, em ritmo normal, de peças com ausência de defeitos, sejam eles superficiais, dimensionais, internos, estruturais ou decorrentes, como rebarbas, sobras de material, etc.
Seguindo o conceito acima, quando sãonecessárias alterações nos parâmetros do processo, como aumento da pressão de injeção (para compensar maior aderência do material na matriz), considera-se que o ritmo normal de produção foi alterado.
Outro ponto a destacar são as pequenas manutenções necessárias, como limpeza do material aderido a ferramenta, que prejudicam a produtividade, devido ao tempo parado.
Na realidade, o que as empresasbuscam sempre é manter-se competitivas, aumentando a produção, por meio de:
- Diminuição dos tempos de ciclo de processo
- Aumento da vida útil das ferramentas
- Eliminação de paradas para correção de defeitos, limpeza ou substituições de componentes.
- Não utilização de desmoldantes, lubrificantes ou refrigerantes.
- Facilidades de troca, ajustes e manutenção.
Diante dessasconsiderações, a qualidade do molde ou matriz é de fundamental importância para ganhos de produtividade. Este deve suportar, pelo maior tempo possível, os esforços estruturais envolvidos pelas pressões de fechamento e de injeção, sob diferentes condições, os esforços físico-químicos devidos as agressões superficiais e as variações térmicas.
A resistência estrutural que o molde pode suportar édeterminada pelo projeto, assegurado pelo aço utilizado e pelos tratamentos térmicos e/ou superficiais utilizados.
Para o processo de injeção de alumínio sob pressão, os fabricantes de aços tem desenvolvido, continuamente, melhores materiais, incrementando as propriedades mecânicas, como a resistência (limite de escoamento), a ductilidade e a fluência, resistindo e absorvendo astensões oriundas do processo (mecânicas e térmicas).
As tensões térmicas criadas na superfície do molde pela alternância de temperatura durante o ciclo de injeção dão origem às chamadas trincas térmicas, pois o material não consegue absorver essas tensões e, estas superando o limite de escoamento, na temperatura de trabalho, dão início às trincas.
Conforme citado anteriormente, os moldestambém estão sujeitos a outras agressões e podemos citar como principais agressões sofridas por eles:
- O desgaste abrasivo entre o alumínio fundido e o molde, notadamente nos
casos de ligas de alumínio com maior conteúdo de silício (> 13%);
- O desgaste adesivo, devido à “afinidade” do alumínio com o aço;
- O desgaste químico, devido à corrosão intergranular pela difusão de alumíniono aço;
- O desgaste das partes móveis do molde, devido ao contato metal / metal
Nos moldes, as regiões das cavidades em frente à entrada do metal líquido são aqueles que mais sofrem com os desgastes abrasivo e químico, tornando-se um ponto crítico na determinação da vida das ferramentas. Muitos projetos prevêem a colocação de insertos nessa zona para aumentar a vida do molde pela...
tracking img