Melhor é impossível

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade
Estácio de Sá

Trabalho de Psicopatologia II

Melhor é impossível

Daniele Leomam

Rio de Janeiro
09/2011
Melvin sempre foi uma criança muito cobrada pelos pais, quando era pequeno seu pai o castigava sempre que ele errava as notas do piano, castigando-o de forma muito severa o que causou a Melvin sérios danos psicológicos, isso fez com queMelvin crescesse com mania de perfeição, como se quisesse compensar os erros que julgara ter praticado na infância. Melvin cresceu e se tornou um escritor de sucesso, porém totalmente racista, homofóbico e misantropo.
Melvin almoça todos os dias no mesmo restaurante na mesma mesa, onde é sempre atendido pela mesma garçonete, Carol, e leva ao restaurante seus próprios talheres ,ele tem pavorse sujeira e não sai muito de casa, casa essa que mantêm de maneira impecavelmente limpa e organizada.
Por causa de sua dificuldade de sair de casa, largou a terapia com seu psiquiatra, terapeuta que ele factualmente responsabiliza por sua piora. Melvin te um vizinho gay, Simon, um dia Simon é internado em um hospital por ter sido espancado, e pedi a Melvin que ele cuide de seu cachorrinhoamado, que é tudo pra ele, mas Melvin à princípio não gosta da idéia de cuidar de seu cachorro, ele definitivamente não gosta de sujeita e se mantém afastado, mas o tempo vai passando e Melvin como um homem solitário que é, por causa de suas grosserias e péssimo humor que ninguém agüenta acaba vendo no cãozinho uma companhia, e acaba tendo afeto por ele, de maneira que não quer mais se separardele, quando seu vizinho volta pra casa cheio de saudade de seu cachorrinho encontra-o totalmente indiferente, o cãozinho agora não o vê mais como dono.
Um certo dia Melvin vai ao seu restaurante e não encontra a sua garçonete, única mulher capaz de aturá-lo, então Melvin exige a presença dela, já que sua ausência lhe traz muito desconforto, ele é sistemático é metódico, informado de que elanão trabalharia mais ali por causa de seu filho que e asmático, Melvin descobre onde ela trabalha e vai atrás dela dizendo que ela teria que voltar ao trabalho, Carol lhe explica a sua situação e de maneira totalmente egoísta, visando apenas um benefício próprio ele oferece tratamento para o filho de Carol, um médico particular, assim ela poderia retomar ao trabalho e ele a sua vida voltar o que eraantes.
Diagnóstico:
300.3 Transtorno Obsessivo Compulsivo
Melvin sofre de transtorno obsessivo compulsivo, que caracteziza-se por obsessões (que causam acentuada ansiedade ou sofrimento) e /ou compulsões (que servem para neutralizar a ansiedade).
Características diagnósticas: as características essenciais do transtorno obsessivo compulsivo são obsessões ou compulsões recorrentes(Critério A) suficientemente severas para consumirem tempo ou causar sofrimento acentuado ou prejuízo significativo (Critério C). Em algum ponto durante o curso do transtorno, o indivíduo reconheceu que as obsessões ou compulsões são excessivas ou irracionais (Critério B). Em presença de outro transtorno do eixo 1, o conteúdo das obsessões ou compulsões não se restringe a ele (Critério D). Aperturbação não se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância (Por exemplo, droga de abuso, medicamento) ou de uma condição médica geral (Critério E).
As obsessões são idéias, pensamentos, impulsos ou imagens persistentes, que são vivenciados como intrusivos e inadequados e causam acentuada ansiedade ou sofrimento. A qualidade intrusiva e inadequada das obsessões é chamada deego-distônica. O termo refere-se ao sentimento do indivíduo de que o conteúdo da obsessão é estranho, não está dentro de seu próprio controle nem é a espécie de pensamento que ele esperaria ter. Entretanto, ele é capaz de reconhecer que as obsessões são produto de sua própria mente e não impostas a partir do exterior (como na inserção de pensamento).
As obsessões mais comuns são pensamentos...
tracking img