Meios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1623 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os meios electrónicos passaram por grandes transformações, directamente relacionadas com a evolução das audiências, na medida em que à uma alteração na forma como os indivíduos usam os media e modelam as tecnologias através dessa mesma utilização, e por outro lado, a mudança relativa à representação desse mesmo uso dos media.
Desde cedo, os produtores de rádio têm interesse em perceber comoreage o receptor perante a transmissão de programas no ar. Numa fase muito primitiva, os operadores das estações solicitavam cartas aos ouvintes, registando dados importantes sobre os mesmos.
No entanto, a comercialização generalizada da rádio, com a aprovação da Lei da Rádio, no final dos anos 20, impulsionou a emergência de um interesse crescente por parte de anunciantes e programadores de rádioem investir em sistemas de avaliações de audiências. O público cresceu rapidamente graças ao surgimento de um sistema fiável que fornecia estimativas de audiência – o telefone.
Os anunciantes, tendo por base os seus interesses neste meio, ajudaram a criar a primeira empresa de avaliações regular. Embora o telefone fosse um instrumento pouco convencional para a realização de pesquisas de opinião,pareceu adequado para medir algo tão distante e em rápida mutação como a audiência de rádio.
No entanto, havia algumas lacunas com este método, nomeadamente no que toca à medição de ouvintes que não tivessem telefone, ou o facto dos indivíduos terem que se lembrar exactamente daquilo que ouviram da programação.
De modo a contornar os inconvenientes do telefone, as transmissoras começaram aapostar nas entrevistas pessoais. No final dos anos 30, esta técnica era tida como a mais eficaz no que toca à recolha de dados sócio-psicológicos comportamentais dos ouvintes. Este método abrangia mais indivíduos, na medida em que incluía ouvintes fora de casa, como os ouvintes de rádio no carro ou no trabalho, e media as audiências durante um período mais alargado de tempo não coberto pelotelefone. Foi uma técnica com um impacto muito significativo na medição de audiências de rádios locais.
A necessidade de registar contínua e permanentemente o que os ouvintes ouvem na rádio era óbvia desde os primórdios deste meio. No entanto, obstáculos técnicos foram impeditivos do desenvolvimento de uma aparelho que fornecesse esse tipo de dados até 1930. Sistemas de gravação não eram comuns até adécada de 40, mas quando estes medidores finalmente chegaram, tiveram um impacto profundo e duradouro na actividade de recolha de informação sobre as audiências.
Em 1936, Arthur C. Nielsen comprou a patente de um gravador da frequência de rádio. Nielsen abriu uma empresa para testar a eficácia deste equipamento. A AC Nielsen Company estava a caminho de se tornar a maior empresa de pesquisa demarketing no mundo. Com os seus lucros e formação em engenharia, Nielsen redesenhou o dispositivo. Em 1938, foram realizados testes de campo em Chicago e Carolina do Norte. E, em 1942, a empresa lançou o Índice Nielsen de Rádio (NRI), tendo por base em 800 casas equipadas com o dispositivo.
Durante a década de 50, Nielsen continuou a expandir o seu negócio e a aperfeiçoar a tecnologia de medição deaudiência. No mesmo período, iniciou a Nielsen Television Index (NTI), a primeira tentativa da empresa para medir esse meio incipiente. Em meados da década, lançou, também, o Índice Nielsen Station (NSI) para fornecer avaliações locais de rádio e televisão.
Outro método de recolha de informação sobre as audiências foram os diários.
A primeira pesquisa sistemática sobre diários foi realizada porGarrison Garnet. Garnet sugeriu que esta técnica, para além de eficaz na recolha de dados sobre hábitos dos ouvintes, era também barata, o que agradava tanto as transmissoras como os anunciantes. Pesquisadores da CBS experimentaram esta técnica em 1940, no entanto pensaram que os dados apenas se aplicavam à programação do canal radiofónico ao invés das vendas. Só em meados da década de 40, é...
tracking img