Meios de cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ADRIANE MOCELIN
ANNE LAURA RIBEIRO
FERNANDA ZONATTO
GEIZA NATÁCIA SARTURI
LETÍCIA ODORIZZI
MARINA DE SOUZA MELCHIORS

CONTAGEM DE MICRO-ORGANISMOS

PINHALZINHO – SC

2011
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC
CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO OESTE – CEO
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS

ADRIANE MOCELIN
ANNE LAURA RIBEIRO
GEIZA NATÁCIA SARTURI
FERNANDA ZONATTOLETICIA ODORIZZI

CONTAGEM DE MICRO-ORGANISMOS

Trabalho apresentado à disciplina de Microbiologia de Alimentos, ministrada pela professora, Morgana Karin Pierozan como condição parcial para aprovação para o referido curso.

PINHALZINHO – SC

2012
Sumário

Introdução
Uma das principais práticas padrão para garantir a segurança e qualidade dos alimentos consiste em analisar amostras dealimentos e ambientes quanto à presença de bactérias patogênicas ou deteriorantes, fungos e toxinas.
Inicialmente, devemos observar que para obtenção de resultados confiáveis devem-se seguir métodos eficientes e boas práticas laboratoriais. Destes podemos destacar a preparação dos meios de cultura.
Os meios de cultura consistem na associação de substâncias que fornecem os nutrientes necessários aocultivo de microrganismos fora do ambiente natural, visando a ampla diversidade metabólica dos microrganismos. Além disso, deve-se fornecer condições ambientais favoráveis, como umidade, pH, atmosfera gasosa, pressão osmótica, temperatura.
A interpretação dos resultados, também é fundamental para uma análise, pois a contagem de células viáveis por meio de plaqueamento de diluições de alimentosdeve ser conduzida corretamente, permitindo o crescimento de micro-organismos. Os cálculos seguintes devem ser efetuados cuidadosamente seguindo os métodos adequados.
No presente estudo, avaliaram-se amostras de alimentos objetivando quantificar as contaminações microbiológicas dos mesmos. Visando sempre a segurança alimentar, que deve ser assegurada pelo desenvolvimento e processamento apropriadodas matérias-primas. A interação ativa entre fatores extrínsecos e intrínsecos precisa ser garantida assim como o adequado manuseio, armazenagem, preparação e uso.

OBJETIVOS
Prática 1
* Preparar meios de cultura;
* Esterilização de material;
* Habituar-se as técnicas laboratoriais.

Prática 2
* Preparo de diluições para visualização e contagem de colônias de micro-organismos;* Analisar amostras alimentícias e ambientais quanto à presença de bactérias e fungos;
* Inoculação e plaqueamento das amostras;

MATERIAL E MÉTODOS
 
Materiais
 
Vidrarias e outros materiais

* Proveta de 250 mL;
* Erlenmeyer de 250 mL;
* Água destilada;
* Algodão;
* Papel pardo;
* Tubos de ensaio;
* Placas de Petri;
* Espátulas;
* Alça deDrigalski ou Semeador;
* Pipetas;
* Água Peptonada (frascos com 225 mL e tubos com 9mL);
* Ágar PCA (Plate Count Agar);
* Placas com PDA;
* Etanol 70%;
* Bolo de chocolate;
* Swab.
 
Equipamentos
* Bico de Bunsen;
* Balança analítica;
* Autoclave;
* Estufa;
* Micro-ondas;
* Stomacher.
 Métodos
 
Prática1: Preparo dos meios de culturaProcedimento: Preparo e distribuição de meio de cultura
  
Ágar PCA
1. Preparou-se 160,0 mL de Ágar PCA em um erlenmeyer, da seguinte forma:
2. Pesou-se 3,76g, quantidade conforme instrução do fabricante: dissolver 17,5 g em 1000 mL;
23,5g 1000 mL
X160,0 mL
X = 3,76 g de Ágar PCA

1. Pesou-se em balança 3,76 g de Ágar PCA no erlenmeyer, após foi dissolvido em água destilada e completado ovolume estimado. Foi levado para aquecer em microondas por 30 s;
2. O erlenmeyer é fechado com algodão e papel pardo e identificado.
3. Foram autoclavadas por 15 min após atingir 121°.
 
Água Peptonada
1. Foram seguidas as instruções do fabricante: 0,1g de Peptona para cada 100 mL de água destilada;
2. Para o erlenmeyer de 500 mL preparou-se 225 mL de Água Peptonada,...
tracking img