Medidores de temperatura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6942 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
17
17

17

18

18

19

20

21

21

23

24

25

26

27

27

27

29

29

33

34

35

35

37

38

39

39

39

40

42

44

sumario



1. INTRODUÇÃO 04

2. ESCALAS DE TEMPERATURA 05
2.1. Conversões de Escalas 05

3. mEDIÇÃO DE TEMPERATURA 06
3.1. Medições de Temperatura com Termopares 06
3.2. Tipos e Características dos Termopares 09
3.3. Correções da Junta de Referência 11
3.4. Fios de Compensação eExtensão 13
3.5. Erros de ligação 14
3.6. termopar de isolação mineral 17
3.7. Associações de termopares 19
3.8. Medições de temperatura com termorresistores 22
3.8.1. Princípio de funcionamento 23
3.8.2. Estrutura física do transdutor 25
3.8.3. Características do termorresistor de platina 26
3.8.4. Princípio de medição 28
3.8.5. Ligação a dois fios 293.8.6. Ligação a três fios 30
3.9. Medições de Temperatura com Termistores (Transdutor Resistivo Semicondutor) 31
3.9.1. termistores ntc 32
3.9.2. termistores ptc 33

4. conclusão 36










1. introdução

TEMPERATURA É SEM DÚVIDA A VARIÁVEL MAIS IMPORTANTE NOS PROCESSOS INDUSTRIAIS, E SUA MEDIÇÃO E CONTROLE, EMBORA DIFÍCEIS, SÃO VITAIS PARA A QUALIDADE DO PRODUTO E A SEGURANÇANÃO SÓ DAS MÁQUINAS COMO TAMBÉM DO HOMEM. NÃO É DIFÍCIL DE CHEGAR A ESTA CONCLUSÃO, BASTA VERIFICAR QUE TODAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DE QUALQUER SUBSTÂNCIA ALTERAM-SE DE FORMA BEM DEFINIDA COM A TEMPERATURA.

Assim sendo, uma determinada substância pode ter suas dimensões, seu estado físico (sólido, líquido, gasoso), sua densidade, sua condutividade, entre outras característicasalteradas pela mudança conveniente de seu estado térmico. Então, qualquer que seja o tipo de processo, a temperatura afeta diretamente o seu comportamento provocando, por exemplo:

− ritmo maior ou menor na produção

− uma mudança na qualidade do produto

− um aumento ou diminuição na segurança do equipamento e/ou do pessoal

− um maior ou menor consumo de energia

− e, por conseguinte, um maior oumenor custo de produção.












2. ESCALAS DE TEMPERATURA

DESDE O SURGIMENTO DA TERMOMETRIA, OS CIENTISTAS E FABRICANTES DE TERMÔMETROS, SENTIAM DIFICULDADE PARA ATRIBUIR VALORES DE FORMA PADRONIZADA À TEMPERATURA POR MEIO DE ESCALAS REPRODUZÍVEIS. AS ESCALAS CONSAGRADAS PELO SEU USO FORAM A FAHRENHEIT E A CELSIUS.

Tanto a escala Celsius como a Fahrenheit são relativas, ou seja, osseus valores numéricos de referência são totalmente definidos.

Se diminuirmos a temperatura continuamente de uma substância, atingimos um ponto limite além do qual é impossível ultrapassar, pela própria definição de temperatura. Esse ponto, onde cessa praticamente todo movimento atômico, é o zero absoluto de temperatura.

Através da extrapolação das leituras do termômetro a gás, poisos gases se liquefazem antes de atingir o zero absoluto, calculou-se a temperatura deste ponto na escala Celsius em -273,15 °C.

Existem escalas absolutas de temperatura, atualmente em uso: a escala Kelvin e a Rankine.

A escala Kelvin é utilizada nos meios científicos no mundo inteiro e deve substituir no futuro a escala Rankine quando estiver em desuso a Fahrenheit.


2.1. Conversõesde Escalas

A figura a seguir, compara as escalas de temperaturas existentes.














Figura 2.1 Comparação de escalas de temperatura

Desta comparação podemos retirar algumas relações básicas entre as escalas:

[pic]



3. mEDIÇÃO DE TEMPERATURA

EXISTEM VÁRIOS INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO DE TEMPERATURA, TAIS COMO, TERMÔMETROS DE DILATAÇÃO DE LÍQUIDO, TERMÔMETROS À PRESSÃO DE GÁS E DE VAPOR,TERMÔMETROS À DILATAÇÃO DE SÓLIDOS, TERMOPARES, TERMORRESISTORES, TERMISTORES, PIRÔMETROS DE RADIAÇÃO, PIRÔMETROS ÓPTICOS, ENTRE OUTROS.


3.1. Medições de Temperatura com Termopares

O físico alemão Thomas Johann Seebeck observou em 1821 que, unindo as extremidades de dois metais diferentes "x" e "y" (ver Figura 3.1) e submetendo a junções "a" e "b" a temperaturas diferentes T1 e T2,...
tracking img