Medidas de erros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2005 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS |[pic] |
| |CENTRO DE TECNOLOGIA | |

LABORATÓRIO DE HIDRÁULICA

Vladimir Caramori
Josiane Holz
Irene Maria Chaves Pimentel
Davyd Henrique de Faria Vidal
GuilhermeBarbosa Lopes Júnior

Maceió - Alagoas
Março de 2008
Aula prática 01: MEDIDAS E ERROS

INTRODUÇÃO

Uma medida experimental é satisfatoriamente representada quando, a esta medida é atribuído um erro, ao qual a medida está sujeita.
Quando efetuamos uma medida ou várias medidas (nas mesmas condições, de uma mesma grandeza), o valor dessa grandeza deve ser expresso pela relação:[pic]
Para os casos onde é realizada uma única medida x é a própria medida e para várias medidas é a média dos valores medidos. O ( é chamado de desvio para várias medidas, para uma única medida é chamado de incerteza, e tem o valor da metade da menor medida do instrumento.

MEDIDAS

As medidas podem ser classificadas em dois tipos, diretas e indiretas suas definições sãoespecificadas a seguir.
Medidas diretas → São aquelas obtidas diretamente do instrumento de medida. Como exemplos podem ser citados: comprimento e tempo, sendo realizadas diretamente de trenas e cronômetros, respectivamente.
Medidas indiretas → São aquelas obtidas a partir das medidas diretas, com o auxílio de equações. Por exemplo: a área de uma superfície, volume de um corpo ou avazão de um rio ou canal.

ERRO EXPERIMENTAL

Conceitualmente, o erro experimental é a diferença entre o real valor de uma grandeza física (peso, área, velocidade...) e o respectivo valor dessa grandeza obtido através de medições experimentais.
Mesmo que o experimento seja realizado com o máximo de cuidado, há sempre fontes de erro que podem afetá-la. Os erros experimentaispodem ser de dois tipos: erros sistemáticos e erros aleatórios.

1 Erros Sistemáticos

São causados por fontes identificáveis, e -em princípio- podem ser eliminados ou compensados. Estes erros fazem com que as medidas feitas estejam consistentemente acima ou abaixo do valor real, prejudicando a exatidão da medida. Decorre de uma imperfeição no equipamento de medição ou noprocedimento de medição, pode ser devido a um equipamento não calibrado.

2 Erros aleatórios

Estes erros decorrem de fatores imprevisíveis. São flutuações, para cima ou para baixo, que fazem com que aproximadamente a metade das medidas realizadas esteja desviada para mais, e a outra metade esteja desviada para menos, afetando a precisão da medida. Decorre da limitação do equipamento ou doprocedimento de medição, que impede que medidas exatas sejam tomadas. Nem sempre é possível identificar as fontes de erros aleatórios.
Precisão é quando, pressupõe-se que, se a mesma for repetida várias vezes a variação da mesma em relação ao valor médio medido é baixa. A acurácia está associada a ausência de erros sistemáticos, mantendo as medidas em torno do valor real.
Portanto,quando o conjunto de medidas realizadas se afasta muito da média, a medida é pouco precisa e o conjunto de valores medidos tem alta dispersão (Figura 1 (a, b)). Quando as mesmas estão mais concentradas em torno da média diz-se que a precisão da medida é alta (Figura 1 (c, d)), e os valores medidos tem uma distribuição de baixa dispersão.
|[pic] |[pic]|[pic] |[pic] |
|a) Baixa precisão e baixa |b) Baixa precisão e alta |c) Alta precisão e baixa |d) Alta precisão e alta |
|exatidão |exatidão |exatidão |exatidão |

Figura 1: Representação da precisão e exatidão em medidas...
tracking img