Medicina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 72 (17887 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução
Medicina é o conjunto de ciências e técnicas que têm por objetivo prevenir e curar doenças.
A medicina se aplica em primordialmente ao organismo humano e compreende o conjunto de técnicas e conhecimentos destinados a prevenção e tratamento de doenças. Seu amplo campo de estudo abrange grande número de especialidades, desde uma perspectiva biológica geral até disciplina deinteresse especificamente humano. É de grande importância a contribuição dos conhecimentos anatômicos e fisiológicos para a pesquisa médica, a tal ponto que se torna difícil distinguir com nitidez as fronteiras que delimitam cada especialidade.
Tem como ponto de partida à anatomia e fisiologia do homem e em sua prática específica, abrange a etiologia, a patologia, o diagnostico, o prognostico, aterapêutica, a profilaxia, a deontologia médica e outros setores correlatos. À medida que se multiplicaram os recursos para examinar e tratar as diversas partes do corpo ou as diferentes situações do organismo humano ao longo da vida surgiu às especialidades medicas cada vez mais numerosa.
A Medicina é uma modalidade de trabalho social instituída como profissão de serviço e uma instituição social aserviço da humanidade. A atividade desenvolvida por seus praticantes, os médicos, destina-se, essencialmente, ao diagnóstico das enfermidades e à terapêutica dos enfermos .
Historia da medicina
Hipócrates é considerado o pai da medicina. Viveu cerca de 300 anos antes de Cristo e deixou um legado ético e moral válido até hoje. Precursor do pensamento científico procurava detalhes nas doenças de seuspacientes para chegar a um diagnóstico, utilizando explicações sobrenaturais apesar da limitação do conhecimento da época (e nos dias de hoje). Ainda antes da era cristã, Asclepíades de Bitínia tentou conciliar o ato misto de Leucipo e Demócrito com a prática médica. No primeiro século de era cristã, Cláudio Galeno, outro médico grego, deu contribuições substanciais (baseado em violações deanimais) para o desenvolvimento da medicina.
Em 1865, Louis Pasteur teorizou que as infecções eram causadas por seres vivos. Foi ele o inventor do processo de pasteurização, muito utilizado no leite. Lister, em 1865, aplicou pela primeira vez uma solução anticéptica em um paciente com fraturas complexas, com efeito profilático na infecção. Iniciou-se uma nova era. Em 1928 Alexander Fleming descobriu apenicilina ao observar que as colônias de bactérias não cresciam próximo ao mofo de algumas placas de cultura. Surge uma nova era: a dos antibióticos, que permitiu aos médicos curar infecções consideradas mortais. A evolução desde então não parou. A eterna luta do homem contra a morte entrou em uma nova etapa, cada vez mais moderna e cara.
1.1. História da medicina no Brasil
A Academia Nacionalde Medicina é uma instituição médica centenária, fundada no Brasil em 1829 pelo Dr. Souza Meireles sob o nome de Sociedade de Medicina. Posteriormente foi chamada Academia Imperial de Medicina. Recentemente foi presidida pelo Dr. Neves Manta. Há 100 membros titulares que ingressam na instituição mediante apresentação de teses científicas. Numa de suas dependências, um pequeno Museu mostra, porexemplo, o primeiro estetoscópio chegado ao Brasil.

Até o século XIX floresciam curandeiros, alguns charlatães, feiticeiros. O primeiro médico prático do Rio de Janeiro foi Aleixo Manuel, o velho, em meados do século XVII. Os caboclos empregavam a vaga medicina dos pagés e os negros, seus amuletos e ervas. Em certas ruas, barbeiros apregoavam drogas, faziam sangrias. Não havia Faculdade de MEDICINAe os cariocas que desejavam curar seus semelhantes eram obrigados a ir estudar em Coimbra. A medicina do tempo do Primeiro Reinado, embora D. João VI tivesse trazido alguns bons médicos para o Rio de Janeiro, era do ´tipo caseiro´: rodelinhas de limão nas frontes para enxaquecas, suadouros de sabugueiro e quina, para as febres: cataplasmas contra as asmas: antipirina para as dores de cabeça;...
tracking img