Medicina veterinaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1546 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIC- UNIVERSIDADE DE CUIABÁ
FACULDADE MEDICINA VETERINÁRIA

ESPLENECTOMIA TOTAL TERAPÊUTICA
RELATO DE CASO

ANDREA JANAÍNA MELLO
NELSON SOUZA PINTO FILHO
YARA DAS NEVES E SILVA

Cuiabá/MT
2012

ANDREA JANAÍNA MELLO
NELSON SOUZA PINTO FILHO
YARA DAS NEVES

ESPLENECTOMIA TOTAL TERAPÊUTICA

Trabalho apresentado como parte da avaliação da Disciplina do Módulo -Prática Cirúrgica Hospital de Pequenos e Grandes animais. 9º Semestre do Curso de Medicina Veterinária – UNIC.

Cuiabá/MT

2012

ESPLENECTOMIA TOTAL TERAPEUTICA
RELATO DE CASO
Stragliotto, A.¹, Mello, A.J.², Silva, Y. N³, Pinto, N.S.
RESUMO
A Esplenectomia consiste na retirada total ou parcial do baço, várias são as indicações para tal procedimento, que devido à sua complexidaderequer técnica apropriada. Foi atendido no HOVET da Universidade de Cuiabá um cão com aumento de volume abdominal, esplenomegalia que foi encaminhado ao centro cirúrgico. Este trabalho visa relatar o procedimento.
Palavras-chave: esplenectomia, baço, cães, hemangiossarcoma, hemangioma.

ABSTRACT
The splenectomy is the partial or total withdrawal of the spleen; there are several indications forthis procedure, which due to its c omplexidade requires proper technique. Was treated at the University of Cuiabá HOVET a dog with abdominal swelling, splenomegaly who was referred to the surgical center. This paper describes the procedure.
Keywords: splenectomy, spleen, dogs, hemangiossarcoma, hemangioma.

1. INTRODUÇÃO

O baço se situa no quadrante abdominal cranial esquerdo. Em geral,este se situa paralelamente à curvatura maior do estômago, mas sua localização exata depende de seu tamanho e da posição de outros órgãos abdominais. (FOSSUM, 2005).
1. Professora do Departamento Cirurgico da Universidade de Cuiabá.
2. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Cuiabá.
3. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Cuiabá.
4. Aluno deGraduação do Curso de Medicina Veterinária de Cuiabá.
2. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Universidade de Cuiabá
3. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Universidade de Cuiabá
4. Aluno de Graduação do Curso de Medicina Veterinária da Universidade de Cuiabá
5. Professora do Departamento Cirurgico da Universidade de Cuiabá.
6. Aluna de Graduação do Cursode Medicina Veterinária de Cuiabá.
7. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Cuiabá.
8. Aluno de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Cuiabá.
2. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Universidade de Cuiabá
3. Aluna de Graduação do Curso de Medicina Veterinária de Universidade de Cuiabá
4. Aluno de Graduação do Curso de Medicina Veterinária daUniversidade de Cuiabá
A esplenectomia consiste na remoção total ou parcial do baço, podendo esta, de acordo com as indicações ser parcial ou total. Estas indicações podem ser por traumas, por abscessos, neoplasias, biópsias e pela remoção preventiva contra possíveis hemoparasitoses em caninos doadores de sangue. (BOJRAB, 1996).
A esplenectomia era defendida antigamente para distúrbioshematológicos imunomediadores refrátarios à terapia médica (por exemplo, trombocitopenia ou anemia hemolítica), mas o uso apropriado de drogas imunossupressivas e corticosteroides diminuiu a necessidade da remoção cirúrgica do baço. (FOSSUM, 2005).
Segundo Galera, (2005), as desvantagens de uma esplenectomia total são as perdas do reservatório sanguíneo, da defesa imune e das funções filtrativas ehematopoiética do baço. É contra indicado em pacientes que tenham hipoplasia de medula óssea.
A maior complicação de cirurgia esplênica é a hemorragia, mais frequente quando se realiza biopsia ou esplenectomia parcial. Pode decorrer de falhas nas ligaduras dos vasos na esplenectomia total. (Galera, 2005).

2. RELATO DE CASO
2.1 – Materiais e Métodos
. No dia 25/06/2012 foi atendido no...
tracking img