Mecanica dos solos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8398 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|Universidade Estadual de Campinas – C E S E T |Professor: Hiroshi P. Yoshizane |
| | |
|ST 409 - ST - 624 |2005|








MECÂNICA DOS SOLOS



[pic]


N O T A S D E A U L A





















MECÂNICA DOS SOLOS



I - INTRODUÇÃO: Este material didático, foi trabalhado com o intuito de através de uma linguagem simples, fazer com que os leitores e usuários entendam melhor o solo, que é uma ciência relativamente recente, e requer mais e maisestudiosos para atingirmos a meta científica do desenvolvimento humano.
Os estudos da mecânica dos solos levam-nos ao conhecimento das características físicas dos solos, através de ensaios ou experiências. Na área das ciências exatas o que predomina é o conhecer o solo quanto a sua estrutura e formação, para solicitá-los e utilizá-los.

I -1- HISTÓRICO:

Período Clássico: Vauban -1687Coulomb-1773
Rankine -1856

Neste período, os solos eram analisados com propriedade dos materiais homogêneos e estudos mais no ponto de vista matemático do que físico. Todos os estudos relativo a solos, se baseavam em dados empíricos.

Período Contemporâneo: Karl Terzaghi - 1925

Em decorrência aos insucessos das pesquisas e das análises matemáticas do período clássico, o solo passou a seranalisado experimentalmente e em observações dos fenômenos que ocorriam naturalmente. Nesta época, evidenciava –se o desenvolvimento industrial e conseqüentemente uma expansão muito grande de estradas e transportes, bem como a construção civil fazendo com que os estudos dos solos se evidenciassem também.


II – ORIGEM E FORMAÇÃO DOS SOLOS:


II– 1 – O GLOBO TERRESTRE: Segundo pesquisas, o globoterrestre se constitui de três camadas “geosferas”

II–1-1 – NÚCLEO: Camada central do Globo terrestre com formação relativamente sólida de níquel e ferro. Seu raio aproximadamente é de 3400km.

II–1-2- MANTO: Camada intermediária com espessura aproximada de 2900 km, constituída por silicatos ferromagnésianos com alta densidade e temperatura.

II–1-3- CROSTA: Camada externa do globo com umaespessura média de 50 km, consideradas em duas partes, isto é:
Crosta inferior: Constituídas por rochas contendo silicatos ferromagnésianos.
Crosta superior: Constituídas por rochas ricas em silício e alumínio.




II – 2 – FORMAÇÃO DO SOLO:

II-2-1-INTRODUÇÃO: O objeto dos estudos da geologia e mecânica dos solos é a camada de pequena espessura e bem variável de região para região, que éresultante da composição dos elementos minerais componentes da rocha, através do intemperismo.

II-2-2-INTEMPERISMO: o intemperismo nas rochas ocorrem devido à ação de dois tipos de agentes, ou sejam:

II-2-2-1-INTEMPERISMO FÍSICO: Causado por alívio de pressões, por congelamento das águas que se depositam nas fissuras das rochas (orvalho e chuva), variação da temperatura ambiente. Na ação dointemperismo físico, não há alteração na composição química e minerológica da rocha, mas sim laterações texturais, ou seja dissociação das partículas das rochas, que conseqüentemente resultam em solo grosso.

II-2-2-2 INTEMPERISMO QUÍMICO: Causados pela ação de agentes que atacam as rochas, alterando assim a constituição mineralógica da rocha matriz. Dos agentes químicos, o mais comum é a água,que através da oxidahidratação e carbonatação, dão origem a solos com características próprias, com partículas pequenas ‘finos.”Os efeitos dos materiais orgânicos tem também um papel muito importante na formação de alguns tipos de solos, os quais são denominados solos orgânicos”.

II-2-3 GRUPO DE SOLOS: De acordo com a origem geológica, os solos são agrupados em:

II-2-3-1 SOLOS RESIDUAIS:...
tracking img