MC Da Plataforma E Monovia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5343 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
N°:

MEMORIAL DE CÁLCULO
CLIENTE:

FOLHA:

1 de 26

INDUSTRIALIZAÇÃO DO XISTO
PROGRAMA

MÓDULO INDUSTRIAL DO XISTO
ÁREA:

TÍTULO

PLATAFORMA E MONOVIA DO VASO DE PIRÓLISE –
MEMORIAL DE CÁLCULO

SIX

CONTRATO NR.

CONTRATEC
ENGENHARIA LTDA

CORPORATIVA
SIX/EN

NR. FORNECEDOR

1450.0049191.09.2
RESPONSÁVEL:

CREA NR.

STEFANO ORZECHOWSKI

CREA SC 114682-2

ÍNDICE DE REVISÕES
REV

DESCRIÇÃO E/OUFOLHAS ATINGIDAS

rev. 0

Rev. A Rev. B Rev. C Rev. D Rev. E

Rev. F Rev. G Rev. H

DatA
PROJETO

CONTRATEC

EXECUÇÃO
VERIFICAÇÃO
APROVAÇÃO
AS INFORMAÇÕES DESTE DOCUMENTO SÃO PROPRIEDADE DA PETROBRAS, SENDO PROIBIDA A UTILIZAÇÃO FORA DA SUA FINALIDADE.
FORMULÁRIO PERTENCENTE À PETROBRAS N-381-REV. J ANEXO A – FIGURA A1.

MEMORIAL DE CÁLCULO

REV.:

N°:

0
FOLHA:

INDUSTRIALIZAÇÃO DO XISTO

2 de 32TÍTULO:

PLATAFORMA E MONOVIA DO VASO DE PIRÓLISE –
MEMORIAL DE CÁLCULO

CORPORATIVA
SIX/EN

ÍNDICE

1.

OBJETIVO ......................................................................................................... 4

2.

DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA.................................................................... 4

2.1.

DESENHOS....................................................................................................... 4

2.2.

NORMAS ABNT ................................................................................................. 4

2.3.

NORMAS PETROBRAS .................................................................................... 4

3.

MATERIAIS ........................................................................................................ 4

4.PREMISSAS DE CÁLCULO .............................................................................. 5

4.1.

CARGAS ............................................................................................................ 5

4.2.

MODELOS ......................................................................................................... 6

4.2.1.

CANTONEIRA DE REFORÇO DA MONOVIA................................................... 6

4.2.2.

CANTONEIRA DE REFORÇO DA PLATAFORMA ........................................... 6

4.2.3.

COLUNA DA MONOVIA .................................................................................... 7

4.2.4.

VIGA DE SUPORTAÇÃO DA PLATAFORMA DA MONOVIA .......................... 7

4.2.5.

VIGA DE SUPORTAÇÃO DA MONOVIA.......................................................... 8

4.3.

SIMPLIFICAÇÕES DE CÁLCULO ..................................................................... 8

4.4.

DADOS DA ESTRUTURA ................................................................................. 8

4.4.1. CÁLCULO DOS MOMENTOS DE INÉRCIA DO CONJUNTO DE
CANTONEIRAS (TEOREMA DOS EIXOS PARALELOS) ............................................. 9
5.ANÁLISE DAS TENSÕES DE FLEXÃO PURA ............................................... 10

5.1.
DEFORMAÇÃO EM UM CONJUNTO DE BARRAS SIMÉTRICAS (FLEXÃO
PURA) 11
5.2.

TENSÕES E DEFORMAÇÕES NO REGIME ELÁSTICO ............................... 13

5.3.

CÁLCULO DA TENSÃO NORMAL MÁXIMA (FLEXÃO) ................................ 15

5.3.1. CÁLCULO DA TENSÃO MÁXIMA DA VIGA DA PLATAFORMA DA
MONOVIA..................................................................................................................... 15
5.3.2.

CÁLCULO DA TENSÃO NORMAL MÁXIMA NAS VIGAS DA MONOVIA ..... 16

6.

CÁLCULO DA CARGA CRÍTICA (FLAMBAGEM POR COMPRESSÃO) ...... 18

6.1.

CÁLCULO DA CARGA CRÍTICA DA COLUNA DA MONOVIA ...................... 19

6.2.
CÁLCULO DA CARGA CRÍTICA DAS CANTONEIRAS DE SUPORTAÇÃO
DA PLATAFORMA DAMONOVIA ............................................................................... 20
6.3.
CÁLCULO DA CARGA CRÍTICA NAS CANTONEIRAS DE REFORÇO DA
PLATAFORMA E DA MÁXIMA FORÇA ADMISSÍVEL ................................................ 21
7.

CÁLCULO DA TENSÃO NORMAL MÁXIMA (COMPRESSÃO) ..................... 26

MEMORIAL DE CÁLCULO

REV.:

N°:

0
FOLHA:

INDUSTRIALIZAÇÃO DO XISTO

3 de 32...