Max weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. MAX WEBER E SUA OBRA.
Max Weber foi um pensador alemão que buscou responder questões da ciência do espírito. Ele seguiu uma linha que adotava, como fator principal para se entender o fato, a compreensão. Para a boa compreensão de determinado fato, é preciso contextualizá-lo em seu tempo histórico, entender o funcionamento de tal sociedade. Ele buscou determinar a distinção entre saber ejulgar, a ciência e a política, o saber empírico e os julgamentos de valor.
Weber fundamenta sua definição de valores na filosofia neokantiana, que propõe a distinção radical entre fatos e valores. Os valores não são do plano sensível nem do transcendente, mas sim criados pelas desilusões humanas. Eles se diferem dos atos pelos quais o indivíduo percebe o real e a verdade. Para Weber, há umadiferença fundamental entre ciência e juizo de valor: valor é o produto das intenções humanas - ideais e receitas para a praxis.
Weber acredita que a ciência nunca vai dizer quais deuses devemos seguir, ela apenas nos faz entender a consequência de determinados atos. Quem se encarrega de nos dizer as nossas convicções e deveres é a política. Ele não acredita que a ciência esteja livre de juízo de valores.Ele acredita que todos os homens são naturalmente carregados de ambições, valores e ideais que geram questões e problemas ao homem. Cabe àquele que decide respondê-las e solucioná-las utilizar de métodos e meios, afastando-se, ao máximo possível, de suas convicções pessoais na hora de se apresentar soluções.

Weber, em sua obra “A Ciência como Vocação”, diz que a busca pela universidade, ou peloconhecimento, não se justifica pela vida universitária ou qualquer outro fator externo a ele. Para ele, a única coisa que o leva a buscar o conhecimento é uma coisa que é interior e intrínseca ao homem, uma inquietação.
Segundo ele, um indivíduo nunca conseguirá ter algo de real valor na ciência sem possuir uma rigorosa especialização, pois todos os trabalhos se estendem para o campo deespecializações vizinhas. A ciência é tão grande que beira ao infinito e um homem, com sua vida efêmera, nunca alcançaria este infinito e sim, ao máximo, uma especialização pura para um dia poder dizer, por uma única vez, que entendeu algo. O que justifica o fato de um homem continuar buscando este conhecimento, mesmo sabendo que nunca terá êxito em conquistar todo o conhecimento que ele quer, é a mesma coisaque justifica a vida de um artista: o entusiasmo.
O entusiasmo leva o homem, e o artista, à vontade de querer ser notável, mas
“Por mais intenso que seja este entusiasmo, por mais sincero e mais profundo, apenas ele não bastará, absolutamente, para assegurar que se alcance êxito. Por certo, esse entusiasmo não passa de requisito da “inspiração”, que é o único fator decisivo”
Ou seja, Weberentende que existe outra coisa além do entusiasmo para se formar um bom cientista: a inspiração (tanto as inquietações quanto o entusiasmo e a inspiração não podem ser cientificamente comprovadas). Esta inspiração não pode ser forçada, mas ela só vem após muito tempo de estudo. Ela nunca substitui o trabalho.

1. A DOMINAÇÃO.
Weber afirma que a ciência possui um caráter fundamental: a busca peloprogresso. O trabalho científico sempre estará fadado a se tornar ultrapassado um dia. O motivo é: já que aquilo que pode ser conhecido possui um tamanho tão grande que beira o infinito, como já dito, a cada obra cientifica terminada se formarão novas questões. A ciência pede para ser ultrapassada, como regra.
Já que a ciência, para Weber, está fadada ao progresso, como explicar o porquê de umcientista ter entusiasmo para buscar algo que um dia será superado? É neste ponto que se encontra o argumento fundamental para a compreensão do autor. Ele define o que o “Desencantamento do Mundo”.
Para responder a esta questão, foi preciso que o autor fizesse algumas considerações prévias. Ele afirma que a intelectualização e a racionalização crescentes não equivalem a um conhecimento geral daquilo...
tracking img