Max weber e a burocracia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3650 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MAX WEBER E A BUROCRACIA

Os positivistas, teóricos de identidade fundamental entre as Ciências Exatas e as Ciências Humanas, tiveram as suas origens na tradição empirista da Inglaterra que remonta a Francis Bacon, encontrando forte expressão em David Hume e outros. Nessa linha metodológica de abordagem dos fatos sociais se colocaram Auguste Comte e Émile Durkheim.
Max Weber nasceuna época em que as primeiras disputas sobr a metodologia das Ciências Sociais começavam a se desenvolver dentro da Europa, principalmente em seu país, a Alemanha. Filho de uma familia de classe média alta, Weber encontrou em sua casa uma atmosfera intelectualmente estimulante. Seu pai era um conhecido advogado e desde cedo orientou-o para os estudos das Ciências Humanas. Recebeu excelenteeducação secundária em línguas, História e Literatura Clássica. Em 1894, Weber tornou-se professor de Economia na Universidade de Freiburg da qual se transferiu para a Universidade de Heidelberg em 1896. Dois anos depois passou a enfrentar períodos difíceis em função de sofrer sérias perturbações nervosas, levando-o a deixar os trabalhos docentes.
As respostas encontradas por Weber para intricados edifíceis problemas metodológicos, que ocuparam a atenção dos cientistas sociais do início do século XX, possibilitaram trazer novas luzes sobre vários problemas históricos e sociais e dar contribuições extremamente importante para as Ciências Sociais.

Elas são particularmente relevantes no que diz respeito aos estudos de religião, já esboçado por Émile Durkheim, no seu trabalho As FormasEmentares da Vida Religiosa, 1915. Max Weber busca interpretar as relações entre as ideias e atitudes religiosas por um lado, e as atividades e organização econômica correspondentes, por outro.
O primeiro aspecto que ocorreu no pensamento de Weber1 na elaboração da teoria sobre a questão da economia e da religião, mostrada na sua obra A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo é a de quepara conhecer corretamente a causa ou as causas do surgimento do capitalismo, é necessário um estudo comparativo entre as várias sociedades do mundo ocidental.


O Capitalismo é protestante?

As respostas encontradas por Weber para os intrincados problemas metodológicos que ocuparam a atenção dos cientistas sociais do início século XX possibilitaram lançar novos conhecimentos sobrevários problemas sociais e históricos e fazer contribuições extremamente importantes para as Ciências Sociais. Particularmente relevantes foram estudos sobre a Sociologia da Religião, mais precisamente suas interpretações sobre as relações entre as ideias e atitudes religiosas, por lado, e as atividades e a organização económica correspondentes, outro.
Os estudos de Weber, emboraincompletos, foram publicados nos volumes de sua Sociologia da Religião. A linha básica dessa obra é constituída pelo exame dos aspectos mais importantes da ordem social e econômica do mundo ocidental, nas várias etapas de seu desenvolvimento histórico. Esse problema já tinha sido abordado por outros pensadores anteriores a Weber, dentre eles Marx - 1818-1883, cuja obra além de seu caráter teórico,constituía elemento de fundamental importância para a luta econômica e política dos partidos operários, por ele mesmo criados. Por essas razões, a pergunta que os sociólogos alemães faziam era se o materialismo histórico formulado para Karl Marx era ou não o verdadeiro, ao transformar o fator econômico no elemento determinante de todas as estruturas sociais e culturais, inclusive a religião. Inúmerostrabalhos foram escritos para resolver o intrincado problema, substituindo-se o fator econômico como dominante por outros fatores tais como clima, topografia, etnia, ideias filosóficas, poder político.
Vários autores como é o caso de Wilhelm Dilthey, Ernst Troeltsch (1865-1923) e Werner Sombart (1863-1941), já tinham se orientado no sentido de relevar a influência das ideias e das convicções...
tracking img