Maus tratos na mullher

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
www.psicologia.com.pt

MAUS TRATOS NA MULHER
Trabalho de Licenciatura

Sandra V. Silva Licenciada em Psicologia da Saúde pela Universidade Lusíada do Porto, Portugal Email: savasi@mail.pt

RESUMO

A violência e os maus tratos afectam a vida de milhões de mulheres por todo o mundo, em todas as classes sócio-económicas e educativas. Ultrapassa mesmo barreiras culturais e religiosas,impedindo que as mulheres tenham direito em participar em tudo o que diga respeito à sociedade. A violência e os maus tratos contra as mulheres podem ter várias faces, desde a violência doméstica, a violação e a escravatura sexual, a mutilação genital feminina, o feticídio selectivo, o infanticídio das crianças do sexo feminino, o casamento de crianças e os homicídios por “questões de honra”. No fundotodos os tipos de violência congregam em si a base de que os direitos humanos estão a ser violados e comprometem o futuro das próximas gerações, sendo que as crianças que presenciam actos de violência doméstica ou de outro tipo têm maior probabilidade de adoecer, de ter um desempenho escolar deficiente e de se tornarem agressores. As mulheres são um importante motor de mudança, crescimento edesenvolvimento em qualquer sociedade, contudo muitas das sociedades onde se inserem negam-lhes direitos que devem ser inerentes a todos os seres humanos, ou seja, a igualdade, o estatuto, o poder e o conhecimento. A igualdade de direitos entre os sexos, quer seja , no lar, na comunidade e sociedade, é um beneficio importante para um desenvolvimento harmonioso de todos. Mas a discriminação com base nosexo é uma realidade que se encontra profundamente enraizada, e o que se propõe é que a determinação, a sensibilidade e a imaginação sejam “armas” poderosas no combate a esta discriminação. É importante por isso, que os dirigentes políticos, religiosos e comunitários, tenham uma liderança activa, no combate às disparidades entre sexos.

Palavras-chave: Conceito de violência, maus tratos eviolência doméstica, maus tratos e violência sexual, prostituição e tráfico de mulheres, violência, religião, questões culturais e sociais.

Sandra V. Silva

www.psicologia.com.pt

"A Violência sobre as Mulheres é um cancro que devora o coração de qualquer sociedade, em qualquer parte do mundo" Irene Khan, Secretária Geral da Amnistia Internacional

Ser Mulher...

O ciclo da vida humana,pressupõe mudanças a nível das realidades quotidianas, assim como a busca de coerência e reordenação das experiências e percepções do que somos e do que nos rodeia. Ao longo do tempo , temos assistido à luta para exterminar a discriminação entre os sexos, assim como a busca da igualdade social e de justiça. A luta por esta igualdade é justa, mas não podemos esquecer que a igualdade pressupõe o respeitopela diferença. A discriminação entre sexos é muito evidente no que respeita ao sexo feminino, e a história da Humanidade, dá-nos várias provas disso. A nível social e cultural, temos como exemplo, os movimentos levados a cabo no século XIX pelas sufragistas, que saíram às ruas para lutar pelos seus direitos. Estas mulheres procuravam conquistar a igualdade perante as urnas eleitorais, ou seja odireito ao voto ( sufrágio) feminino, que lhes iria assim permitir incluir as suas vozes na elaboração da história da Humanidade. Foram muitas vezes presas e reprimidas com violência, estas mulheres que lutaram por um direito que cabia, e cabe, tanto às mulheres como aos homens. Em 1952, a Assembleia Geral da ONU aprovou a Convenção sobre os Direitos Políticos da Mulher, segundo o qual "as mulheresdevem ser capacitadas a votar em todas as eleições em termos de igualdade com os homens, sem qualquer discriminação”.

“ É óbvio que os valores das mulheres diferem, muitas vezes, dos valores que foram criados pelo outro sexo” ... mas “ são os valores masculinos que prevalecem” Virgínia Woolf

As mulheres não buscam nas suas lutas uma consideração especial, procuram sim que a igualdade...
tracking img