Maus tratos com os idosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2711 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANGINA PECTORIS E INFARTO... Casagrande

SIMPÓSIO SOBRE DIAGNÓSTICO DE DOR TORÁCICA ENIO LEITE CASAGRANDE – Médico cardiologista do Serviço de Cardiologia do Hospital Moinhos de Vento. Endereço para correspondência: Enio Leite Casagrande Rua Ramiro Barcelos, 910/804 90035-001 Porto Alegre, RS, Brasil Fone (51) 3312-2122 (51) 3311-5457 ecg@cardiol.br

Simpósio sobre Diagnóstico de Dor TorácicaAngina pectoris e infarto agudo do
miocárdio infarction

Angina pectoris and acute myocardial
Para o diagnóstico da dor torácica de origem isquêmica é necessário ter em mente aspectos relevantes como a localização e a extensão da área da dor, irradiação, tipo (ou qualidade) da dor, desde quando o sintoma existe, quanto tempo dura cada episódio, fatores desencadeantes e condições de alívio dador. A causa mais comum de isquemia do miocárdio é a doença coronariana aterosclerótica. Outras causas incluem doença valvular aórtica, miocardiopatias e espasmos das artérias coronárias. A dor torácica ocorre quando a aterosclerose leva ao estreitamento do lúmen coronariano e produz isquemia. O fluxo sangüíneo, que é adequado em repouso, torna-se inadequado quando as demandas são aumentadas poresforço ou quando um espasmo ou trombose impedem o fluxo coronariano em repouso. A isquemia miocárdica devida a doença valvular ou miocardiopatia traduz a severidade destas patologias. Angina estável A dor de curta duração da isquemia miocárdica é a chamada angina pectoris (Tabela 1). Costuma localizarse na região retroesternal e afeta uma área do tamanho da mão em forma de “garra”, maneira comofreqüentemente os pacientes se referem à dor e a localizam (sinal de Levine). Pode irradiar-se para o pescoço, mandíbula, membros superiores (mais o esquerdo), região dorsal e cervical e porção superior do abdômen, podendo ser mais pronunciada em uma dessas áreas ou, mais raramente, ser sentida apenas em uma ou mais delas. É normalmente precipitada pelo exercício, emoções, pelo ato de alimentar-seou pelo frio, podendo ser reproduzida ou acentuada por determinadas atividades, como banhos frios, banhos quentes e fumo, por exemplo. Outras condições médicas, como anemia, tireotoxicose, estresse emocional, obesidade, também podem agravar a angina (1). A angina é normalmente aliviada em 5 a 15 minutos pelo repouso, com ou sem o uso de vasodilatadores, embora estas drogas acelerem o alívio. Amassagem do seio carotídeo pode aliviar a dor anginosa pela bradicardia reflexa e redução da pressão arterial sistólica, com redução da demanda de oxigênio miocárdico. Entretanto, esta manobra está contra-indicada na presença de doença cérebro-vascular por oclusão/estenose das carótidas (2).

No contexto da dor torácica isquêmica é necessário levar em conta os fatores de risco para doença arterialcoronariana (DAC), entre os quais se incluem: faixa etária elevada, sexo masculino, hipercolesterolemia, fumo, diabetes, hipertensão e história familiar de doença arterial coronariana antes dos 60 anos. As mulheres desfrutam de maior proteção contra a DAC, mas têm maior prevalência do que os homens para angina com angiogramas normais, de origem microvascular e vasoespástica (3,4,5). A grandemaioria dos pacientes com dor anginosa têm evidência angiográfica de doença coronariana. Entretanto, qualquer condição que cause um desequilíbrio entre as demandas de oxigênio e o fluxo sangüíneo para o miocárdio pode levar a isquemia. A presença de dor torácica com angiografia normal foi genericamente denominada de síndrome X, sendo uma si3

Tabela 1 – Graduação da angina estável de acordo com aclassificação CCS Classe I Descrição do estágio

Atividade física habitual não causa angina, tal como caminhar ou subir escadas. Angina ocorre com exercício extenuante, rápido ou prolongado, no trabalho ou recreacional. Leve limitação da atividade habitual. A angina ocorre ao caminhar ou subir escadas rapidamente, ao subir aclives, ao caminhar ou subir escadas após as refeições; no frio, no...
tracking img