Matriz vitalista e naturalista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1763 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
BARBARA ALVES





















MATRIZ VITALISTA E NATURISTA

























JOINVILLE
2008
BARBARA ALVES




















MATRIZ VITALISTA E NATURISTA






Trabalho apresentado ao Curso de Psicologia da ACE na disciplina de Metodologia da Pesquisa Cientifica paraavaliação do professor MS. Marcos Antonio Cardoso














JOINVILLE
26 de novembro de 2008







































Agradeço a todos que ajudaram, colaboraram de alguma forma para a realização deste trabalho, principalmente ao prof. MS. Marcos Cardoso, que teve total empenho, e dedicaçãocom objetivo de ajudar-me na conclusão deste trabalho.


























































Dedico este trabalho a minha amiga Deise Cristine de Mello que acompanhou todo o meu desempenho no desenvolver deste trabalho.“Há coisas que só a inteligência é capaz de procurar, mas que por si mesma nunca achará. E essas coisas só o instinto as acharia, mas nunca as procura.”
Henri Bergson




T=ATRIZ VITALISTA E NATURISTA
A=RBARA ALVES
O=MARCOS ANTONIO CARDOSO



RESUMO


Podemos dizer que asmatrizes vitalista e naturista enfocam em matrizes românticas e pós-romanticas, e podem se destacar entre elas uma afinidade na especificidade do objeto da psicologia:a subjetividade, com a inadequação do uso dos métodos. Bergson mantém-se atento as informações, desde o seu ponto de partida elaborando sua cosmologia. Ele tem diferentes formas de oposição, faz criticas aos mecanicistas efinalistas, mas reconhece algumas de suas verdades.Instaura-se em Bergson a mística, que representa uma posição meta cientifica. Abrange a intuição como senso comum e pratica psicológica. Já para Rogers a subjetivação tem o retorno pela intuição que apresenta e tem a pretensão de libertação das forças vitais que fora amortecidas, preenchendo e dando consistência a atividades de profissionais que temhabilidade em desenvolver dimensões ideológicas. O funcionalismo é surpreendente onde abrange os aspectos ambientalistas e incluem fatores independentes.No plano geral de ambição não houveram grandes acontecimentos,mas avaliava-se muito no sentido de sentimentos,onde realçava a subjetividade de cada individuo.Ressaltando-se que no romantismo houve um grande destaque com o conceito político. Ainteligência é limitada, mas mesmo assim a intuição é possível, sem que precisamos negar a utilidade que é descrita da inteligência, e sendo assim também podemos negar os benefícios trazidos por ele.
O sujeito que tem um intelecto qualificado se relaciona melhor com a realidade e detecta melhor suas possibilidades, tem sua subjetividade aberta à realidade, cria e abrange melhor seus conhecimentose assim adquire experiências.

Palavras chave: subjetividade, cosmologia, mística, senso comum.


















































1 INTRODUÇÃO




Essas duas importantes matrizes se identificam como matrizes românticas e pós românticas. O interesse nelas é o estudo vivenciado pelo ser humano, em tudo o que significaconcreto.
Podemos destacar Henri Bergson (1859 – 1941), que tem como inicio o padrão filosófico sendo um psicólogo – introspeccionista, onde ele se mantém sempre atento,onde tenta alcançar sempre a “via privilegiada”. Bergson justifica o ponto de partida onde ele consegue afirmar toda sua cosmologia.Bergson visa em seus primeiros trabalhos a memória onde não delimita quando diz que vida é...
tracking img