Matrix e o mito da caverna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2401 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aula 03 – Teoria Geral de Sistemas – 02/08/2007
Universidade do Contestado – UnC/Mafra
Curso Sistemas de Informação - 4ª – Fase
\Prof. Carlos Guerber

Por Heraldo Aparecido Silva
23/5/2003

ALEGORIA DA CAVERNA

THE MATRIX E A CAVERNA DE PLATÃO

Imagine um grupo de pessoas que habita o interior de uma caverna subterrânea, estando todas
de costas para a entrada da caverna eacorrentadas pelo pescoço e pés, de sorte que tudo o que
vêem é a parede da caverna. Atrás delas ergue-se um muro alto e por trás desse muro passam figuras
de formas humanas sustentando outras figuras que se elevam para além da borda do muro.
Como há uma fogueira queimando atrás dessas figuras, elas projetam sombras na parede da
caverna. Assim, a única coisa que as pessoas da caverna podem ver é este“teatro de sombras”. E
como essas pessoas estão ali desde que nasceram elas acham que as sombras que vêem são as
únicas coisas que existem.
Imagine agora que um desses habitantes da caverna consiga se libertar daquela prisão.
Primeiramente ele se pergunta de onde vêm aquelas sombras projetadas na parede da caverna.
Depois consegue se libertar dos grilhões que o prendem. E o que acontece quando elese vira para as
figuras que se elevam para além da borda do muro? Primeiro, a luz é tão intensa que ele não
consegue enxergar nada. Depois, a precisão dos contornos das figuras, de que ele até então só vira
as sombras, ofusca a sua visão.
Se ele conseguir escalar o muro e passar pelo fogo para poder sair da caverna, terá mais
dificuldade ainda para enxergar devido à abundância de luz. Masdepois de esfregar os olhos, ele verá
como tudo é bonito. Pela primeira vez verá cores e contornos precisos; verá animais e flores de
verdade, de que as figuras na parede da caverna não passam de imitações baratas.
Suponhamos, então, que ele comece a se perguntar de onde vêm os animais e as flores. Ele vê
o Sol brilhando no céu e entende que o Sol dá vida às flores e aos animais da natureza,assim como
também era graças ao fogo da caverna que ele podia ver as sombras refletidas na parede.
Agora, o feliz habitante das cavernas pode andar livremente pela natureza, desfrutando da
liberdade que acabara de conquistar. Mas as outras pessoas que ainda continuam lá dentro da
caverna não lhe saem da cabeça. E por isso ele decide voltar. Assim que chega lá, ele tenta explicar
aos outros queas sombras na parede não passam de trêmulas imitações da realidade. Mas ninguém
acredita nele. As pessoas apontam para a parede da caverna e dizem que aquilo que vêem é tudo o
que existe; é a única verdade que existe; é a realidade. Por fim, acabam matando aquele que retornou
para dizer-lhes um monte de "mentiras".

"O que é Matrix? Controle. A Matrix é um mundo de sonhos gerado porcomputador... feito para
nos controlar..." [Trecho da revelação feita por Morpheus a Neo] (Andy &
Para começar, responda rápido: se o contrário de real é irreal, então qual é o contrário de
virtual?
Se está se perguntando qual é a relação desta questão com o filme e a filosofia? Tudo.
O filme praticamente começa com a pergunta "o que é Matrix?". Alguém aí se lembra do
diálogo entre Trinity e Neo?Então... ela lhe diz: "- É a pergunta que nos impulsiona, Neo. Foi a
pergunta que te trouxe aqui. Você conhece a pergunta assim como eu". E ele: "- O que é a Matrix?".
Em seguida, a jovem conclui: "- Sim, a resposta está aí. Ela está à sua procura. E te encontrará se
você desejar".
Mas e a relação desta passagem com a filosofia? Bem, a filosofia ocidental (o pensamento
crítico) surgiu na GréciaAntiga, por volta do século VI a. C., como uma alternativa ao mito (o
pensamento ingênuo); ela começa através da pergunta "o que é a realidade"?.
Lembra da parte em que Morpheus (o deus dos sonhos e filho de Hipno, na mitologia grega)
leva Neo até Oráculo e ela lhe mostra a frase "conhece-te a ti mesmo". Isso é grego também. É de um
sujeito que mudou o panorama da história da filosofia e da...
tracking img