Matproducer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Japão calcula custo do terremoto em US$ 309 bilhões

TÓQUIO - O custo econômico do terremoto e do tsunami que afetaram o nordeste do Japão em 11 de março é de US$ 309 bilhões, anunciou o governonipônico. O valor corresponde aos danos das infraestruturas, das casas e das empresas do nordeste do Japão.
A catástrofe pode conter o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 0,5%, segundo ogoverno.
O custo final pode ser ainda maior, já que a estimativa não leva em consideração o impacto dos cortes de energia elétrica na região de Tóquio em consequência da crise nas centrais nucleares etérmicas.
Ao mesmo tempo, o governo destaca que os trabalhos de reconstrução nas zonas afetadas pelo terremoto devem estimular a atividade econômica e o consumo em todo o país.
"Nós estimamos o númerobaseados nas informações disponíveis até agora e não podemos evitar a possibilidade de termos algumas variações em nossos cálculos,'' disse o ministro da economia e política fiscal do Japão, KaoruYosano.

Negociações para acordo de livre comércio entre UE e MERCOSUL devem avançar, afirma Soares Pacheco

Brasília – O Mercosul e a União Europeia (UE) negociam para avançar, até março, nofechamento de um acordo entre os dois blocos na área comercial. A próxima rodada de discussões ocorrerá em em Bruxelas, na Bélgica. O otimismo parte dos negociadores europeus, apesar das dificuldades emtorno de um consenso sobre os subsídios e a redução de tarifas para alguns produtos. Por mais de dez anos, as negociações entre os dois blocos ficaram paradas.
“Vamos ter que liberalizar 90% do nossocomércio, para ser compatível com as regras da Organização Mundial do Comércio. Portanto, fica o resto que temos que discutir como vamos fazer”, afirmou o representante da UE no Brasil, o embaixadorportuguês João José Soares Pacheco.
Entre as maiores “sensibilidades” de cada bloco, Pacheco coloca, do lado europeu, a área agrícola, citando de forma diferenciada os setores de carnes e açúcar. No...
tracking img