Material alternativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6391 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOCIEDADE EDUCACIONAL DE ITAPIRANGA – SEI
FACULDADE DE ITAPIRANGA – FAI














MARCIA WINCK DORNELES
PATRÍCIA MALLMANN














FANTOCHE: MATERIAIS ALTERNATIVOS NA ESCOLA


























Itapiranga, SC
2011
MARCIA WINCK DORNELES
PATRÍCIA MALLMANNPROJETO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV – CURSO NORMAL EM NÍVEL MÉDIO






Projeto de Estágio Supervisionado IV- Curso Normal em Nível Médio, apresentado como requisito parcial para a aprovação na Disciplina de Estágio Supervisionado IV – Curso Normal em Nível Médio do Curso de Pedagogia. Faculdade de Itapiranga (FAI).Professora Orientadora: Lisete Hahn Kaufmann












Itapiranga, SC
2011
Sumário

1 DIFERENTES VISÕES DE EDUCAÇÃO 3
1.1 EDUCAÇÃO EM CONSTANTE TRANSFORMAÇÃO 3
1.2 ESCOLA: ESPAÇO DE CONHECIMENTO 5
1.2 ESCOLA: UM ESPAÇO DE ENSINO/APRENDIZAGEM 7
1.3 A IMPORTÂNCIA DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO 8
1.4 EDUCANDOS/AS 10
1.5 ADOLESCENTES E A ESCOLHA PELO MAGISTÉRIO 12
1.6CONTRIBUIÇÃO DA OFICINA NA FORMAÇÃO DO/A PROFESSOR/A 14
2 PLANO DE ENSINO 16
2.1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 16
2.2 JUSTIFICATIVA 16
2.3 METODOLOGIA 18
2.4 PLANO DE UNIDADE 19
2.4.1 Tema 19
2.4.1.1 Subtema 19
2.4.2 Objetivos 19
2.4.2.1 Geral 19
2.4.2.2 Específicos 19
2.4.3 Avaliação (habilidades e competências) 20
2.4.4 atividades: recursos e procedimentos 20
2.5 AVALIAÇÃO 21
2.6 OFICINA: FANTOCHES:MATERIAIS ALTERNATIVOS NA ESCOLA. 21
REFERÊNCIAS 23










1 DIFERENTES VISÕES DE EDUCAÇÃO



Educação significa “desenvolvimento das faculdades físicas, morais e intelectuais do ser humano” segundo Ferreira (1999), sendo que educação para uns é um paradigma estagnado no tempo e no espaço, já para outro um meio de constantes mudanças. Para Assmann, “educar significadefender várias vidas” (2007, p.22). Já Planchard, apud Libâneo (2008, p. 72) “educar, em seu sentido etimológico, é conduzir de um estado para outro, é agir de maneira sistemática sobre o ser humano, tendo em vista prepará-lo para a vida num determinado meio”.
Com diferentes visões e interpretações, sendo real a necessidade de um constante pensar e repensar a educação que construímos ao longodos anos, no entanto as subjetividades presentes em nossas aprendizagens nos tronam serem especiais e únicos.



1.1 EDUCAÇÃO EM CONSTANTE TRANSFORMAÇÃO





A educação não é qualquer ação, é uma atividade criadora que traz à existência aquilo que ainda não existe (GADDOTTI, 1994, p. 49).


Para falar em educação precisamos fazer um breve retornona historia para melhor entender a trajetória e as transformações que até o momento acontecem, sem fecharmos os olhos para a realidade. Para Aranha (1996), nos povos primitivos o processo de educar consistia no saber dos mais velhos que utilizavam da experiência vivida para transmitir o conhecimento aos mais novos. Realizando-se forma simples. Possuía como características a coletividade, aliberdade e os direitos iguais, e quando surgia algum problema os adultos se reuniam para descobrir soluções.
Neste período não havia escola, as crianças se adaptavam aos ambientes físico e social no qual conviviam. Sua aprendizagem baseava-se na apropriação das experiências transmitidas pelos antepassados.
A educação era prática, servia para ensinar a obter o alimento, as roupas emoradia. A partir do exemplo as crianças adquiriam o conhecimento. O brincar era a imitação dos adultos, adulto miniaturas, para que pudessem manusear e perceber a utilidade dos instrumentos dos adultos no dia-a-dia.
Na pré-história a educação ganha uma aliada, a escrita, todavia, ela não está acessível a todos e se restringe a classe dominante e masculina. Inicialmente inscrições hieróglifos...
tracking img