Materiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
26/03/2007

ABORDAGEM INICIAL DO PACIENTE GRAVE NO PSM
Disciplina de Emergências Clínicas Hospital das Clínicas FMUSP

Preceptores
Daniel Neves Forte Fábio Poianas Giannini Ricardo Luiz Cordioli

Assistente Responsável
Herlon Saraiva Martins

Coordenador Didático
Prof. Dr. Augusto Scalabrini Neto

Professor Titular
Prof. Dr. Irineu Tadeu Velasco

Abordagem Inicial do PacienteGrave no PSM

2

ABORDAGEM INICIAL DO PACIENTE GRAVE NO PSM
Disciplina de Emergências Clínicas Hospital das Clínicas Faculdade de Medicina da USP http://www.fm.usp.br/dec

Todos os pacientes que procuram atenção médica devem ser atendidos. No entanto, a função do pronto-socorro é priorizar o atendimento de urgências e emergências. Assim, define-se "emergência" a constatação médica decondições de agravo à saúde que impliquem em risco iminente de morte ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato. Define-se "urgência" a ocorrência imprevista de agravo à saúde com ou sem risco potencial à vida, cujo portador necessita de assistência médica imediata. No pronto-socorro do Hospital das Clínicas da FMUSP, pacientes em situações extremamente complexas e gravescoexistem com indivíduos com problemas de menor complexidade. Saber diferenciar rapidamente tais situações torna-se ainda mais importante. A idéia deste protocolo é tentar caracterizar situações de potencial emergência ou urgência, para que possam ser rapidamente priorizadas e assim receber o atendimento adequado no menor tempo possível, buscando melhorar a qualidade do pronto-socorro e do atendimento àpopulação.

A) IDENTIFICAÇÃO DE SITUAÇÕES DE MAIOR GRAVIDADE

Indivíduos que apresentam os seguintes sintomas e/ou sinais encontram-se potencialmente em situação de emergência e devem ser avaliados de forma prioritária: • • • • • Precordialgia ou dor torácica; Febre com suspeita de neutropenia ou imunossupressão; Suspeita de obstrução de via aérea; Alterações neurológicas agudas: déficit motor,afasia, convulsão, delirium; Intoxicação exógena aguda;

Disciplina de Emergências Clínicas - HCFMUSP

2

Abordagem Inicial do Paciente Grave no PSM
• • • • Hematêmese, enterorragia ou hemoptise; Dor intensa. Rebaixamento agudo do nível de consciência (queda na escala de coma de Glasgow > 2 pontos); Alterações marcantes de sinais vitais: o o o o o Freqüência respiratória (FR) > 36 ipm ou< 8 ipm ou uso de musculatura acessória; Saturação arterial de oxigênio (Sat O2) < 90%; Freqüência cardíaca (FC) > 120 bpm ou < 40 bpm; Pressão arterial sistólica (PAS) < 90 mmHg; Enchimento capilar (EC) > 3 segundos.

3

B) MANEJO INICIAL DE PACIENTES POTENCIALMENTE GRAVES



Todo paciente potencialmente em situação de emergência ou urgência deve ser avaliado imediatamente dentro da salade emergência. Uma vez descartadas tais situações, o atendimento deve ser complementado fora da sala de urgência, a fim de permitir o uso do referido recinto para futuros atendimentos.



O atendimento inicial de uma situação de risco em potencial deve ser iniciado sempre pelas recomendações do American Heart Association quanto ao Suporte Avançado de Vida (ACLS): o o Responsividade, ajuda,via aérea, respiração, pulso e monitorização. A etapa de Solicitação de Ajuda COM DESFIBRILADOR é fundamental em qualquer atendimento de emergência. No pronto-socorro, refere-se a levar o paciente à sala de emergência e no restante do hospital refere-se a solicitar o carrinho de parada. Para esta fase do atendimento, é igualmente fundamental o acesso à materiais necessários e o auxílio deprofissionais treinados. o Em casos de parada cardio-respiratória (PCR), proceda conforme os algoritmos padronizados.



Nos pacientes que não estão em PCR, a primeira medida é realizar o MOV (monitor, oxigênio e veia) seguido das orientações abaixo: o o Obtenha os sinais vitais (PA, FC, FR, Sat O2, Temperatura) e glicemia capilar (dextro). Esclareça a queixa e duração de forma objetiva. São dados...
tracking img