Matematica financeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1871 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA (CEAD)
ADMINISTRAÇÃO EAD
ATPS – MATEMATICA FINANCEIRA

Maria Lúcia Queiroz Gonçalves de Moraes - RA 3318526568
Solange Oliveira de Carvalho - RA 2337452517
Marcelo Ishikawa de Oliveira - RA 2333444222
Gilberto Adriano Pires da Silva - RA 2623481030
Robert Willian Sacchetto - RA 2337400436
Claudemir Sérgio Corrêa - RA 2342452544

Profa. EAD – Ma. IvoneteMelo de Carvalho

Tutor a distancia – Emanuel Luiz Romero Neiva
Tutor Presencial – Edval Iossi

POLO SANTA BÁRBARA D OESTE – SP – NOVEMBRO 2012


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 ETAPA 1 4

3 ETAPA 2 5

4 ETAPA 3 8

5 ETAPA 4 9

6 CONCLUSÃO 14

7 REFERÊNCIAS 15

INTRODUÇÃO

A MatemáticaFinanceira possui diversas aplicações no atual sistema econômico. Algumas situações estão presentes no cotidiano das pessoas, como financiamentos de casa e carros, empréstimos, compras a crediário ou com cartão de crédito, aplicações financeiras, investimentos em bolsas de valores, entre outras situações. Todas as movimentações financeiras são baseadas na estipulação prévia de taxas de juros. Aorealizarmos um empréstimo a forma de pagamento é feita através de prestações mensais acrescidas de juros, isto é, o valor de quitação do empréstimo é superior ao valor inicial do empréstimo. A essa diferença damos o nome de juros.

O conceito de juros surgiu no momento em que o homem percebeu a existência de uma afinidade entre o dinheiro e o tempo. As situações de acúmulo de capital edesvalorização monetária davam a ideia de juros, pois isso acontecia em razão do valor momentâneo do dinheiro.
O juro é a remuneração pelo empréstimo do dinheiro. Ele existe porque a maioria das pessoas prefere o consumo imediato, e está disposta a pagar um preço por isto. Por outro lado, quem for capaz de esperar até possuir a quantia suficiente para adquirir seu desejo, e neste ínterim estiver disposta aemprestar esta quantia a alguém, menos paciente, deve ser recompensado por esta abstinência na proporção do tempo e risco, que a operação envolver. O tempo, o risco e a quantidade de dinheiro disponível no mercado para empréstimos definem qual deverá ser a remuneração, mais conhecida como taxa de juros.

ETAPA 1

A maioria das operações envolvendo dinheiro utiliza juros compostos. Estãoincluídas: compras a médio e longo prazo, compras com cartão de crédito, empréstimos bancários, as aplicações financeiras usuais como Caderneta de Poupança e aplicações em fundos de renda fixa, etc. Raramente encontramos uso para o regime de juros simples: é o caso das operações de curtíssimo prazo, e do processo de desconto simples de duplicatas.
NOÇÕES DE JUROS SIMPLES (LINEARES)
A definição decapitalização a juros simples se concentra na aplicação direta dos conceitos mais básicos da matemática. O valor do montante de uma dívida pode ser calculado de forma linear e muitas vezes até de maneira intuitiva.
NOÇÕES DE JUROS COMPOSTOS (EXPONENCIAIS)
No regime de capitalização composta também se pagam juros sobre o valor, mas com uma pequena e importante diferença; o valor inicial deve sercorrigido período a período. Essas correções são sobrepostas e sucessivas por ‘n períodos’ em função de uma taxa de juros contratada.
DIFERENÇAS ENTRE JUROS SIMPLES E COMPOSTOS
A capitalização simples acontece de forma linear, enquanto a capitalização composta é exponencial. Isso faz com que, a partir do valor Presente P, o valor final em um instante Fn
qualquer seja maior nos juros compostos(desde que n seja numero inteiro e maior que 1).
Quando o período de capitalização for igual a 1, a capitalização simples será igual a composta. A principal diferença entre juros simples e compostos ocorre quando a capitalização for inferior a 1. Neste caso os juros simples são maiores que os compostos.

EXERCICIO PROPOSTO
Um capital de R$ 80.000,00 foi aplicado numa instituição financeira que...
tracking img