Mastectomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5335 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mastectomia: Aspectos Psicológicos e Adaptação Psicossocial

  
Raquel Ayres de Almeida
 
A mastectomia é um dos métodos mais utilizados para o tratamento do câncer de mama. É uma cirurgia mutiladora que visa remover todo o tumor visível. Como conseqüência dessa técnica, podem ocorrer prejuízos de ordem física, emocional e social. Na ordem física podem ocorrer infecções e há limitação nosmovimentos dos braços e ombros, limitando as atividades diárias; o emocional fica abalado, circundado de sentimentos negativos em relação à doença; no campo social, a mulher encontra dificuldade em decorrência do sentimento de vergonha, escondendo a mutilação. (Sampaio, 2006).
A forma como a mulher vai responder à mutilação é individual e pode estar relacionada a alguns fatores como idade,auto-admiração, estrutura de ego, estado emocional e situação sócio-econômica, como será abordado a seguir.
 
Repercussões Psicológicas
 
Os primeiros meses de reabilitação de uma mastectomia são caracterizados pelo movimento de reorganização para uma re-inserção no mundo individual, social e espacial, visto que a mutilação dela decorrente favorece o surgimento de muitas questões na vida das mulheres,especialmente aquelas relacionadas à imagem corporal. A forma como a mulher percebe e lida com essa nova imagem e como isso afeta sua existência, são pontos cruciais para um entendimento da nova dinâmica que a vida dessas mulheres assume. (Bervian & Girardon-Oerlini, 2006; Ferreira & Mamede, 2002).
No momento em que a mulher decide por fazer a cirurgia, observa-se uma busca por resolverrapidamente o seu problema, tendo dessa forma, um lado reconfortante. A mulher acredita estar colocando limites na enfermidade, e que, a remoção cirúrgica do tumor e as consequências do tratamento, trazem segurança no sentido de não ter de se preocupar com a doença. Porém, o alívio causado por essa etapa tem fim num curto período quando a mulher concientiza-se cognitivo e emocionalmente,iniciando-se um luto diante das consecutivas perdas. (Bergamasco & Angelo, 2001; Maluf, Jo Mori & Barros, 2005). 
As principais preocupações que surgem no período da ocorrência da cirurgia são relacionadas à perda da feminilidade com comprometimento da sexualidade, desfiguramento, atração sexual e perda do parceiro, além da possível morte dos papéis sociais. (Arán et al., 1996; Messa, s.d.).Muitas vezes as doenças com tratamentos mutiladores provocam impedimentos, paralisias, deficiências, além da interrupção na carreira, no cuidado da casa e dos filhos. Essas consequências podem ser vividas como morte quando essas atividades, que ficam prejudicadas, eram anteriormente valorizadas. (Messa, s.d.).
No período pós-operatório da mastectomia, a mulher pode vir a apresentar uma série dedificuldades ao reassumir a sua vida profissional, social, familiar e sexual, visto que essas mulheres, em geral, sentem dificuldade em lidar com o próprio corpo. Segundo pesquisa realizada por Duarte e Andrade (2002), o primeiro contato que as mulheres estabelecem com o seu corpo operado é diante do espelho. A percepção de que uma ou as duas mamas não estão mais presentes causa muito sofrimento. Háentão, uma alteração na percepção do próprio corpo, que pode revelar uma insatisfação e não aceitação da perda da mama, gerando sentimentos de auto-depreciação. A vestimenta, segundo a pesquisa, desempenharia um importante papel durante o período pós-cirúrgico, uma vez que é por meio de alguma roupa que a mulher procura ocultar a cicatriz e a falta do seio.
Estudos relacionados às consequênciasdesse tipo de tratamento demonstram que a presença da depressão após a cirurgia na mama é uma resposta emocional comum. Lasry (citado por Arán et al., 1996) demosntrou, através de sua pesquisa, que as pacientes submetidas à mastectomia radical possuem um elevado nível de depressão, duas vezes maior que numa população normal. O autor afirma que uma das causas mais freqüentes da depressão é a...
tracking img