Mascaras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
01/12/2010
Màscaras del mundo
Selecciòn de màscaras primitivas de Africa, Asia, Oceanìa y Amèrica. Màscaras rituales, decorativas, algunas antropomorfas otras zoomorfas y otras de  evidente inspiraciòn extraterrestre. El fenòmeno Ovni viene siendo representado en el arte desde tiempos  inmemoriales. La historia del arte se cuenta desde el arte occidental academicista, ignorando el arteprehistòrico de diferentes lugares del planeta. Las màscaras  son màs que un objeto de arte decorativo, tienen todo tipo de simbolismo y usos rituales , de ahì surge el  tabu con estos objetos, ya que la iglesia cristiana consideraba las màscaras un objeto satànico. Algunas pudieron sobrevivir a la santa inquisiciòn para contarnos su historia y dejarnos su legado milenario. 

|
De izq  a der: Acestros,Nueva Guinea; Antìlope, Burkina Faso; Pàjaro, Alaska | |

|
De izq a der: Buda, India; màscara con vainas de maìz, Iroquès, Norteamèrica; màscara decorativa, Bulgaria |

|
De izq a der: Ciervo dragòn, Bhutan; Demonio, Indonesia; Diablo, Mèxico |

|
De izq a der: Gurù, Oceanìa; màscara de opera Jin Wu Shu, China; Kali, Nepal | |

|
De izq a der: Kobiay, Burkina Faso; Leòn, India; LordKrishna, India |

|
De izq a der: Mahakala, Tibet; Hombre de mar, Kwakiutl, Norteamèrica; màscara de Micronesia |

|
De izq a der: Nwana Po, Africa; Sanjie, China; Demonio Sri Lanka |

|
De izq a der: Màscara Phi Ta, Tailandia; Tshimwana, Congo; (esta la podrìa haber hecho yo) màscara rumana. |

« Cartoon – O significado
Van Dog »
Museu do Oriente
A necessidade mística do Homem e asInteracções Culturais
Meus caríssimos dummies, é nas tardes em que temos de trabalhar que os interesses divergem do dever, e a vontade, abraçada pela necessidade de descontracção orienta-se no sentido do que mais gostamos de fazer…
<!--[if gte vml 1]> <![endif]--><!--[if !vml]--><!--[endif]-->Foi numa destas tardes que decidi visitar o “Museu do Oriente”. Já tinhatomado conhecimento das exposições pelas notícias na televisão, mas foi o interesse e desconhecimento da cultura oriental que despoletaram este plano.

Quanto à organização, posso dizer-vos que o museu tem para nos oferecer três exposições temáticas, duas de carácter permanente e uma temporária, são elas: “Presença Portuguesa na Ásia” (piso 1), “Deuses da Ásia” (piso 2) e “Máscaras da Ásia” (piso 0),respectivamente.
Bem, começando por piso, ordem pela qual organizei a visita…
Piso 0 – “Mascaras da Ásia”
“Máscaras da Ásia” é a primeira exposição temporária apresentada pelo Museu do Oriente, exposição marcada pela expressão dos medos, necessidades e crenças dos mais variados povos habitantes da Ásia.
<!--[if gte vml 1]> <![endif]--><!--[if !vml]--><!--[endif]-->Nesta exposição podem observar máscaras provenientes de vários países da Ásia, como a Índia, China, Sri Lanka, Japão, Tibete, entre outros, máscaras usadas para as mais variadas formas de expressão. No caso da Índia, por exemplo, as máscaras são usadas em danças que misturam lendas locais com episódios das epopeias indianas, o que é claro não é uniforme em toda a Índia, uma vez que cada zona tem oseu tipo de interpretação artística. Por exemplo, em Benguela, as danças são predominantemente religiosas, na zona Ocidental de Benguela usam-se danças com movimentos acrobáticos. No caso da China, as máscaras são usadas no Muxi, um tipo de rito de exorcismo ou no teatro Dixi onde os heróis se representam por potências estelares.

De entre interpretações religiosas e representações do quotidiano,ou ainda sátiras de carácter político-social, ou ainda receios e necessidade, é eminentemente isto que encontramos quando olhamos para esta exposição, quando olhamos para “Yama”, o deus da morte no “Krishna”, ou “Varaha”, ou dos “Sanni Yaka” da Coreia… Porque é isso que ser humano precisa, de materializar os seus medos e necessidades, talvez porque seja mais fácil lidar com os problemas,...
tracking img