Mascara

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 1 (250 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ROMA:
A extensão do território romano gerou problemas para os administradores como: controle da divisão de territórios, recolhimento de impostos, manutenção defuncionários civis e militares entre outros.
Muitas das concepções romanas sobreviveram na administração pública.
Atualmente, os gerentes estão aplicando os princípiosdioclecianos(autoridade).
Os romanos tinham fundamentos de administração rural, observados por CATÃO e VARRÃO, que eram e ainda são utilizados pelos fazendeiros.->CATÃO (viveu entre 234 e 194 A.C): indica que quando o dono inspeciona seus campos, deve observar se o trabalhador esta de desenvolvendo, que foi feito. Tambémestabelece que as contas de dinheiro, suprimentos e material necessário devem ser examinados, paa descobrir o que foi vendido, por quanto foi vendido, e o que resta paravender.
->VARRÃO(viveu entre 116 e 28 A.C):demonstra preocupação em estabelecer um processo de seleção de mão-de-obra agrícola. O capataz deve ser mais velho que ostrabalhadores, para que ser ouvido com mais respeito.
Os romanos criaram diferentes tipos de executivos, como: reis, imperadores entre outros.
No século III a.C, oexército romano se desenvolveu muito em termos de organização, e suas características não mudaram muito nos últimos séculos, como o alistamento de profissionais,burocratização, planos de carreira.
A igreja católica herdou tradições administrativas dos romanos, a começar pela administração do território. Como suas dioceses,províncias e vigários, a igreja não copiou apenas o tipo de organização geográfica, mas também a linguagem que os romanos usavam para designar os administradores locais.
tracking img