Marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
5que os homens não são livres árbitros de suas forças produtivas - base de toda sua história - pois toda força produtiva é uma força adquirida, produto de uma atividade anterior. Portanto, as forças produtivas são o resultado da energia prática dos homens, mas essa mesma energia está determinada pelas condições em que os homens se encontram colocados, pelas forças produtivas já adquiridas, pelaforma social anterior a eles, que eles não criaram e que é produto da geração anterior. O simples fato de que cada geração posterior encontre forças produtivas adquiridas pela geração precedente, que lhe servem de matéria-prima para a nova produção, cria na história dos homens uma conexão, cria uma história da humanidade, que é tanto mais a história da humanidade porque as forças produtivas doshomens e, por conseguinte, suas relações sociais adquiriram maior desenvolvimento.23

A divisão social do trabalho expressa modos de segmentação da sociedade, ou seja, desigualdades sociais mais abrangentes como a que decorre da separação entre trabalho manual e intelectual, ou entre “o trabalho industrial e comercial e o trabalho agrícola; e, como conseqüência, a separação entre a cidade e o campoe a oposição dos seus interesses”.25

o moinho movido a braço nos dá a sociedade dos senhores feudais; o moinho movido a vapor, a sociedade dos capitalistas industriais. Os homens, ao estabelecerem as relações sociais vinculadas ao desenvolvimento de sua produção material, criam também os princípios, as idéias e as categorias conformes às suas relações sociais. Portanto, essas idéias, essascategorias são tão pouco eternas quanto as relações às quais servem de expressão28

ESTRUTURA E SUPERESTRUTURA
O conjunto das forças produtivas e das relações sociais de produção de uma sociedade forma sua base ou estrutura29 que, por sua vez, é o fundamento sobre o qual se constituem as instituições políticas e sociais.

Segundo a concepção materialista da história, na produção da vida oshomens geram também outra espécie de produtos que não têm forma material: as ideologias políticas, concepções religiosas, códigos morais e estéticos, sistemas legais, de ensino, de comunicação, o conhecimento filosófico e científico, representações coletivas de sentimentos, ilusões, modos de pensar e concepções de vida diversos e plasmados de um modo peculiar. A classe inteira os cria e os plasmaderivando-os de suas bases materiais e das relações sociais correspondentes.31 Esta é a superestrutura ou supra-estrutura

Não é a consciência que determina a vida, mas sim a vida que determina a consciência32

Não é a consciência dos homens que determina o seu ser; é o seu ser social que, inversamente, determina a sua consciência.

LUTAS de CLASSES

Pelo que me diz respeito, não me cabe omérito de ter descoberto a existência das classes na sociedade moderna, nem a luta entre elas. Muito antes de mim, alguns historiadores burgueses tinham exposto o desenvolvimento histórico desta luta de classes, e alguns economistas burgueses, a sua anatomia. O que acrescentei de novo foi demonstrar: 1) que a existência das classes está unida apenas a determinadas fases históricas do desenvolvimento daprodução; 2) que a luta de classes conduz, necessariamente, à ditadura do proletariado; 3) que esta mesma ditadura não é mais que a transição para a abolição de todas as classes e para uma sociedade sem classes.44

O Manifesto comunista inicia-se com a afirmativa de que as classes sociais sempre se enfrentaram e “mantiveram uma luta constante, velada umas vezes e noutras franca e aberta; lutaque terminou sempre com a transformação revolucionária de toda a sociedade ou pelo colapso das classes em luta”.45 Portanto, a história das sociedades cuja estrutura produtiva baseia-se na apropriação privada dos meios de produção pode ser descrita como a história das lutas de classes.

ECONOMIA CAPITALISTA

A existência de produtores que realizam trabalhos distintos e que, por isso,...
tracking img