Marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1544 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Por que para Marx o trabalho é uma mercadoria?
Os seres humanos necessitam atender às suas carências, para tanto, produzem seus meios de vida e recriam a si próprios e reproduzem sua espécie num processo que é continuamente transformado pela ação sucessiva das gerações. A existência de seres humanos, que por meio da interação com a natureza e com outros indivíduos, dá origem à vida social, é apremissa da análise marxista da sociedade.
Ao produzir para atender suas necessidades, os homens procuram dominar as circunstâncias naturais, podendo modificar a fauna e a flora e por muitas vezes geram novas necessidades, o que nem sempre se dá de maneira adequada, uma vez que pode haver a destruição de recursos naturais.
A própria quantidade de necessidades naturais e a forma desatisfazê-las é um produto histórico que, em grande parte, depende do grau de civilização alcançado pela sociedade. É por meio da ação produtiva que o homem humaniza a natureza e a si mesmo. Marx considera o trabalho de produção e reprodução a atividade humana básica, a partir da qual se constitui a história da humanidade e é para este trabalho que se volta o materialismo histórico, método de análise de vidaeconômica, social, política, intelectual. Para Marx a sociedade é o produto da ação recíproca dos homens e sua estrutura depende, ainda, do estado de desenvolvimento das forças produtivas e das relações sociais de produção.
O conceito de relações sociais de produção refere-se às formas de distribuição dos meios de produção e do produto, e o tipo de divisão social do trabalho numa dada sociedade eem um período histórico determinado. A produção da própria vida, por meio do trabalho, surge como uma relação social no sentido de ação conjugada de vários indivíduos, não importa em que condições, de que maneira e com que objetivo. Essa cooperação entre os indivíduos, ainda que seja uma relação social, pode ocorrer para atender interesses particulares, como aumentar a produtividade ou aquantidade de trabalho explorado. Em sociedades onde existem classes sociais, o acesso ao produto e aos meios para produzi-los se dá de forma diferenciada, segundo o grupo social. A cada um desses grupos cabem tarefas distintas e porções maiores ou menores do produto social, já que ocupam posições desiguais referentes ao controle e propriedade dos meios de produção.
A produção é a “atividade vital dotrabalhador, a manifestação de sua própria vida”, e através da qual o homem se humaniza. Marx reflete, então, sobre o significado para o indivíduo e para a sociedade, da apropriação por não-produtores de uma parcela do que é produzido socialmente, e desenvolve sua concepção de classe, exploração, opressão e alienação. O excedente de produção é o que permite a divisão social do trabalho, assim como aapropriação das condições de produção por parte de algum membro da sociedade, que passam a estabelecer algum tipo de direito sobre o produto ou sobre os trabalhadores. Partindo dessa concepção, tem-se uma configuração básica de classes, simples, num modelo dicotômico: de um lado, os proprietários ou possuidores dos meios de produção, de outro, os que não possuem. Historicamente, essa polaridadeapresenta-se de diferentes maneiras conforme as relações sociais e econômicas, daí os escravos e patrícios, servos e senhores feudais, aprendizes e mestres, trabalhadores livres e capitalistas...
Para Marx a tendência do modo capitalista é separar cada vez mais o trabalho e os meios de produção, concentrando e transformando estes últimos em capital e àquele em trabalho assalariado e, com isso,eliminar as demais divisões intermediárias das classes. Em sua obra O capital, Marx afirma ser a sociedade capitalista a forma de organização social mais desenvolvida e mais variada de todas já existentes e através da qual é possível analisar outras formações socioeconômicas anteriores e desaparecidas.
A unidade analítica mais simples dessa sociedade e a expressão principal de sua riqueza é a...
tracking img