Marrocos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
África do Norte, África Setentorial ou África Branca (por oposição à África Negra) compreende os países localizados no norte do continente africano, junto ao mediterrâneo, nomeadamente Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e Egito. No entanto, o Departamento de Estatísticas da ONU incluiu nesta subregião o Saara Ocidental e o Sudão. Todos os países referidos são membros daLiga Árabe e cinco países desta região do continente (Marrocos, Tunísia, Argélia, Líbia e a Mauritânia) formam uma organização de integração econômica subregional, a União do Magrebe Árabe.
Originalmente, grande parte da África do Norte era habitada por africanos de raça negra, como se pode demonstrar pela arte rupestre disseminada pelo Saara; o que não parece ter acontecido no Magrebe eBaixo Egito (a parte mais antiga e original da civilização egípcia, que logo se expandiria para a parte mais jovem ao centro, na região de Tebas, e ao sul na região da Núbia), habitados por africanos de raça branca, que se expressariam através de língua camito-semíticas. Em conseqüência da desertificação do Saara, grande parte da população negra migrou para o sul, através da costa oriental eocidental (embora muitos impérios da antiguidade tenham capturado negros como escravos aproveitando- se da fraca organização social abalada ainda mais pelas radicais mudanças climáticas e assimilando geneticamente, como comprovam vários exames genéticos no entorno do Mediterrâneo). Depois da Idade Média, a área esteve sob controle do otomano, exceto Marrocos. Depois do século XIX, o Norte da África dóicolonizado pelo Império colonial francês, pelo Império britânico, Espanha e Itália. O intercâmbio entre o Norte da África e a África subsaariana limitou-se, durante muito tempo, quase exclusivamente ao comércio entre as costas ocidental e oriental do continente e as viagens ao longo do Rio Nilo, devido à dificuldade em atravessar o deserto. Assim foi até a expansão árabe islâmica.
Por que ÁfricaBranca (cultura árabe) e África Negra (culturas locais)? Isto é possível em virtude da influência que a região norte da África (árabe) sofreu com a ocupação dos povos do Oriente Médio (Ásia) durante os tempos, tendo como resultado um espaço totalmente adverso da África “Negra”, sendo esta a última caracterizada pelas culturas regionais provindas de milenares tribos africanas. Também é possíveldestacar a própria cor da pele dos africanos nessas duas regiões: os descendentes de árabes possuem cor clara, em grande parte, enquanto que os africanos relacionados com as culturas tribais já têm uma cor mais negra. Sendo assim, a África vem a ser o resultado de anos de ocupação e influência das mais diversas culturas do mundo que remodelaram e transformaram seu continente em um espaçodiversificado e muitas vezes carente de recursos econômicos, por outro lado, suas belezas naturais são únicas e , por enquanto, estão permanentes em todo seu território.
Marrocos
Marrocos é um país localizado no extremo noroeste da África, estando limitado a norte pelo Estreito de Gibraltar (por onde faz fronteira com a Espanha), por Ceuta,pelo mar Mediterrâneo e por Melilla, a leste e a sul pela Argélia, a sul pelo Mauritânia através do Saara Ocidental (território que controla) e a oeste pelo Oceano Atlântico. A capital do país é a cidade de Rabat, Marrocos retirou-se da União Africana, quando o Saara Ocidental foi aceito como membro...
A economia baseia-se na agricultura, na mineração de fosfato e no setor de turismo.
OMarrocos é a terceira maior economia da África do Norte, atrás do Egito e da Argélia. Em 2002, apresentou um PIB da ordem de US$ 52,4 bilhões, correspondente a uma renda per capita de US$ 1.685. Altamente dependente do setor agrícola, fonte de emprego para 45% da população economicamente ativa, a economia marroquina tem apresentado desempenho errático, condicionado sobretudo por fatores climáticos....
tracking img