Marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (480 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Relação do Filme Quis Show com Ética Empresarial



Quis Show é filme baseado em um programa de perguntas e resposta da emissora de televisão NBC, onde os telespectadores observavam doiscandidatos supostamente duelando entre si para ver quem sabe mais, sendo que o vencedor tinha novos desafiantes no programa seguinte. Como bem observamos no filme, o programa vai além desta “suposta” disputa. O sucesso está em todo esquema montado para vender seu produto (o fortificante gerito) e manter em alta a audiência do programa. O filme nos leva a refletir sobre diversas correntes éticas,dando-nos vários caminhos a serem analisados, tanto nos caminhos traçados pela direção do programa que só se preocupa com o resultado final como o caminho escolhido por cada jogador, onde cada cabeça aparentater uma sentença.

Herbert Stempel passa a imagem de um atrapalhado, mas com um grande conhecimento adquirido. Ele mostra que apesar de vencer todos os adversários, isso não é nada fácil. Ascoisas iam muito bem até ele ser vitima da própria armação que participava. Enquanto “campeão” não importava com os sentimentos dos outros jogadores, o que de certa forma nos leva a refletir se não seriaum “egoísmo ético” de sua parte em se preocupar exclusivamente com seu próprio interesse. O egoísmo ético diz que a nossa única obrigação é fazer o que é melhor para si mesmo. Ao sentir na própriapele, ele muda de idéia e quer mostrar a verdadeira realidade do programa, uma armação.

Chalés Van , o professor universitário, o PHD em literatura resolve procurar a produção da NBC. Sua ascensão érápida e sua imagem agrada os telespectadores e principalmente o patrocinador. Charles queria tentar a sorte no Quis Show, quando foi assediado por produtores para não só participar, mas ser o novovencedor. A principio não concordou, não achava ético e dizia ele: o que Kant diria disso? Lembrando o imperativo categórico Kantiano que diz: “Age somente, segundo uma máxima tal, que possas querer...
tracking img