Marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DISPONIBILIDADE DE ÁGUA



O total de água na terra, sob qualquer forma (líquida, gasosa, sólida) é de aproximadamente 1.230 X 1018 metros cúbicos.

O total de suprimento de água é dividido da seguinte forma:

- água salgada 96,8%;

- água doce 3,2%.

O suprimento de água doce é dividido da seguinte forma:
- gelo, neve ( 68,853%
- águasubterrânea (+ de 3m) 30,644%
- lagos, rios, lagoas 0,380%
- água do solo (a menos de 3m) 0,076%
- atmosfera 0,043%
- plantas e animais 0,003%
- hidratos 0,001%

A pluviosidade anual é de aproximadamente 4,4 X 1014m3 ou cerca de 0,25% do total de água doce da Terra.

Apesar de o Brasil possuir em seu território 8% de toda a reserva de água doce domundo, deve-se alertar que 80% dessa água encontram-se na região Amazônica, ficando os restantes 20% circunscritos ao abastecimento das áreas do território onde se concentram 95% da população. Por isso, mesmo com grande potencial hídrico, a água é objeto de conflito em várias regiões de nosso país.

Mais de 60% das derivações dos cursos d’água brasileiros são para fins de irrigação. Por ser oprincipal concorrente pelo uso da água, deve-se estimular um manejo racional da irrigação e a otimização dos equipamentos elétricos utilizados, com a finalidade de tornar a utilização da água e da energia elétrica mais eficientes.

Os métodos de irrigação e as culturas diferem quanto à utilização da água. Todos os métodos possuem algumas condições que limitam o seu uso, mas, como épossível observar, geralmente o método que usa a água de forma mais eficiente é a irrigação localizada. Apesar de possuir custo inicial superior ao dos outros métodos, a irrigação localizada aumentou a sua participação na área irrigada brasileira de 4,4% em 1996 para 6,3% em 1998. Hoje, diante dos conflitos entre os diferentes usuários, da preocupação ambiental e da cobrança pelo uso da água prevista naLei das Águas (Lei 9.433 de janeiro de 1997), existe a tendência de que este método de irrigação continue ampliando sua participação no cenário nacional.

DEFINIÇÃO DE IRRIGAÇÃO


É o processo de aplicação artificial de água ao solo com a finalidade de proporcionar a umidade necessária ao crescimento normal das plantas, suprindo a falta, insuficiência e a má distribuição daschuvas.




VANTAGENS


• GARANTIA DE PRODUÇÃO – com a instalação de um sistema de irrigação adequado, você não fica na dependência das chuvas;

• DIMINUIÇÃO DOS RISCOS – após todos os investimentos na preparação do solo, na compra de sementes, na aplicação de corretivos e adubos, você não correrá o risco de ver tudo perdido por falta de água;

• COLHEITA NA ENTRESSAFRA – a irrigaçãopossibilita obter colheitas fora da época de safra, o que resulta em remuneração extra e abastecimento regular do mercado consumidor;

• AUMENTO DE PRODUTIVIDADE – com todos os fatores do processo produtivo devidamente equilibrados, o uso da irrigação, além de garantir a produção, possibilitará, também, um aumento de rendimentos;

• AUMENTO DO ÍNDICE DE EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA – possibilidadede mais de um plantio por ano, numa mesma área, assegurando maior rentabilidade;

• FERTIRRIGAÇÃO – possibilidade de aplicação de adubo por meio da água de irrigação, substituindo a adubação por meio de trator, reduzindo o consumo de óleo diesel, o desgaste de maquinários e mão de obra.




DESVANTAGENS


• ALTO CUSTO INICIAL – o investimento na aquisição de um sistema de irrigação éelevado em relação ao retorno, que nem sempre se processa a médio ou curto prazo. Por isso recomenda-se cautela na compra de equipamentos, pois uma decisão mal planejada poderá comprometer o projeto agropecuário;

• FALTA DE MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA – este é um dos problemas mais sérios enfrentados pelo agricultor não só no que diz respeito à manutenção, mas também em relação à própria...
tracking img