Marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
C O N T R A T O S O C I A L

Pelo presente instrumento particular de constituição, os abaixo-assinados:

Antônio de Araújo , Brasileiro, casado, Eng. químico, portador do RG n° 14.805.482-1 e do CPF n° 125.681.158-58, residente a Rua Monte Belo, 100 na cidade de Ribeirão Preto, CEP 14.100-000, Estado de São Paulo, e;

Isabela Martins de Araújo, Brasileira, casada, Eng. químico, portadordo RG n° 18.703.321-1 e do CPF n° 145.487.621-5, residente a Rua Monte Belo, 100 na cidade de Ribeirão Preto, CEP 14.100-000, Estado de São Paulo, e;

João Martins, Brasileiro, solteiro, Eng. químico, portador do RG n° 12.588.677-9 e do CPF n° 132.496.321-4, residente a Rua Futura, 325 na cidade de Ribeirão Preto, CEP 14.100-000, Estado de São Paulo, resolvem entre si, na melhor forma de direito,e de pleno e comum acordo, constituir, como de fato constituído têm, uma sociedade empresária limitada, que se regerá conforme as cláusulas e condições seguintes:

CLÁUSULA PRIMEIRA
A sociedade girará sob a denominação social de “MARTINS & ARAÚJO LTDA”, com sede no Município de Ribeirão Preto, Comarca e Estado de São Paulo na Av. Saudade nº 123 , Bairro Campos Eliseos, CEP 14.100-000. (art.997, II, CC/2002).

CLÁUSULA SEGUNDA
O capital social é de R$ 100.000,00 (Cem mil Reais), divididos em quantidade de quotas (mil) quotas de valor nominal de R$ 1.000,00 (Hum mil Reais) cada uma, totalmente subscrito e integralizado em moeda corrente nacional, e assim distribuído entre os sócios:

Sócios Quotas Valor

Antônio de Araújo 33,34R$ 33.333,34
Isabela Martins de Araújo 33,33 R$ 33.333,33
João Martins 33,33 R$ 33.333,33



Quotas Valor

Total 100 R$ 100.000,00

CLÁUSULA TERCEIRA
O objeto da sociedade é fabricação ecomercialização de produtos para limpeza e higiene pessoal.

CLÁUSULA QUARTA
A sociedade iniciará suas atividades em 01/12/2011 e seu prazo de duração é indeterminado. (art. 997, II, CC/2002).

CLÁUSULA QUINTA
As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem o consentimento do outro sócio, a quem fica assegurado, em igualdade de condições e preço direito de preferênciapara a sua aquisição se postas à venda, formalizando, se realizada a cessão delas, a alteração contratual pertinente. (art. 1.056, art. 1.057, CC/2002).

CLÁUSULA SEXTA
A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social. (art. 1.052, CC/2002).

CLÁUSULA SÉTIMA
A administração da sociedade caberá ao Srs.Antônio de Araújo e João Martins com os poderes e atribuições de Presidentes autorizado o uso do nome empresarial, vedado, no entanto, em atividades estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros, bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade, sem autorização do outro sócio. (artigos 997, Vl; 1.013. 1.015, 1064, CC/2002).CLÁUSULA OITAVA
Ao término da cada exercício social, em 31 de dezembro, o administrador prestará contas justificadas de sua administração, procedendo à elaboração do inventário, do balanço patrimonial e do balanço de resultado econômico, cabendo aos sócios, na proporção de suas quotas, os lucros ou perdas apurados. (art. 1.065, CC/2002).

CLÁUSULA NONA
Nos quatro meses seguintes ao término doexercício social, os sócios deliberarão sobre as contas e designarão administrador(es) quando for o caso. (arts. 1.071 e 1.072, § 2o e art. 1.078, CC/2002).

CLÁUSULA DÉCIMA
A sociedade poderá a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou outra dependência, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios.

CLÁUSULA DÉCIMA-PRIMEIRA
Os sócios poderão, de comum acordo, fixar uma...
tracking img