Marketing-ponte pensil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Criada em 1914, a primeira ponte pênsil a ser construída no País, veio para facilitar a vida, ida e volta dos moradores de São Vicente e Praia Grande, porém, depois de cem anos, alguns problemas começaram a ameaçar o funcionamento e o trafego da ponte, antes o que era para facilitar e agilizar nossa vida, hoje começa a gerar stress medo, preocupação e má impressão para os turistas.O aumento da população, não somente de São Vicente e Praia Grande, mas de toda a baixada Santista veem gerando caos no tráfego, e a única escapatória é a ponte do mar pequeno.
A falta de segurança, investimento em lazer e comércio na região próxima a ponte, acaba criando uma imagem negativa, principalmente no período noturno.
Por tanto, o investimento na ponte e na regiãopróximo a ela, é necessário; não podemos deixar nossas turistas com má impressão e muito menos os que necessitam dela todos os dias, ficarem a mercê de uma travessia lenta e caótica.


(cartão postal de 1940/1) (cartão postal de 1940/2)

1. Histórico da Ponte Pênsil
A ponte pênsil foi inaugurada no dia 21 de maio de 1914, porémcomeçou a ser planejada em 1910, tendo como objetivo o escoamento das águas e evitar propagação de doenças. O plano de construção inicialmente era a necessidade de conduzir os desejos até a ponta do morro de Itaipu, com isso o engenheiro Saturnino de Brito decidiu que a ponte seria construída sobre o mar pequeno, entre os morros dos Barbosas e Japuí, pois se tratava do caminho mais curto entre umponto e outro.
A construção da ponte serviria de acesso inclusive à fortaleza de Itaipu, onde a comunicação possuía bastante dificuldade. A inauguração foi prestigiada por vários famosos internacionais, sendo reconhecida mundialmente com um exemplo de capacidade da engenharia brasileira e a primeira ponte pênsil construída no Brasil.
Atualmente o cenário é o principal cartão postal da cidade,paraíso para os fotógrafos proporcionando as mais belas imagens.

1.01. Reforma
A antiga ponte ainda possui vários materiais originais, como os cabos de aço que suportam 60 toneladas. Quando completou 80 anos, em 1994, a ponte ganhou um sistema de iluminação, dando-a destaque no cenário vicentino à noite e também melhorando a visualização para os usuários. Uma Fusão em 1999 garantiu “vitalidade”para a virada do século, através da parceria da Prefeitura de São Vicente com a empresa Bandeirante de Energia que garantiu bancar os custos cm a nova iluminação, está fusão teve como objetivo uma homenagem aos 500 anos do Brasil.

(Nova iluminação implantada em 1994)

* Dados da ponte
A estrutura possui cabos de aço que vão de 180 a 5 metros. O piso de madeira está 6,5 metros da marémínima, e a 4 metros da maré máxima. Possui duas torres de cada lado com 20 metros de altura, sustentando quatro cabos de aço de 0,085mm, nas laterais da passarela existe uma passagem para pedestres com 1,4 metros de largura em cada lado. Como o principal objetivo da construção da ponte era o saneamento, esse assunto não foi descartado ao longo dos anos, nas laterais passam 2 emissários de esgotode 0,50mm e um terceiro com tubos de 0,65mm, rumo a Praia Grande.

1. Dados Demográficos

População Vicentina (2010) | 332.445 |
Área de Unidade territorial (km) | 148,926 |

População de Praia Grande (2010) | 262.051 |
Área de Unidade territorial (km) | 147,544 |

População de Santos (2010) | 419.400 |
Área de Unidade territorial (km) | 281,056 |

2. Variável AmbientalCrítica

Variável Ambiental | Porque é uma variável | Histórico da variável | Tendências e projetos | Possíveis Consequências. | Solução |
Criação de comércio em horários bem flexíveis nas redondezas da ponte. | Por que poderia  colaborar pra economia, segurança do local e geração de emprego. | Conforme queixa de alguns moradores da região, falta comércio em geral na região, uma vez que ela...
tracking img