Maria odila

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1513 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Entrevista com a Historiadora Maria Odila

Maria Odila, nasceu em São Paulo, no ano de 1940, era filha de um professor do Departamento de Matemática, por este motivo, desde muito cedo esteve envolvida com pessoas do mundo acadêmico, seu pai tinha uma biblioteca contendo diversos livros entre eles: de filosofia, história e matemática, e sempre lhe presenteava com livros, como por exemplo, nofinal da graduação em história ganhou o exemplar do historiador Edward Thompson.
Estudou na escola Liceu Pasteur, nesta escola tinha um jornal estudantil, e seu hobby era cuidar deste jornal, nele ela se dedicava a coluna chamada “extratos de filosóficos”, e escrevia contos que foram premiados, nesta época sonhava em ser escritora de ficção.
Em 1958, fez vestibular para o curso de história na USP,e no ano seguinte começou como aluna do professor Sérgio Buarque de Holanda, ela comenta que as aulas dele eram maravilhosas, porém, difícil de seguir, pois tinha um jeito enrolado de falar e apresentava uma péssima dicção e durante as aulas fazia diversas brincadeiras, ele foi seu professor durante todo o curso.
No início do seu curso, estudou com o professor Paulo Pereira de Castro, nadisciplina História Antiga, ele foi um dos melhores professores, seu conteúdo era muito extenso, sua prova era extremamente trabalhosa, isto em virtude do grande volume dos textos, e mesmo quando tirava nota máxima (dez), ele a fazia reler novamente todo material, e mostrava os pontos onde poderia melhorar, e indicava outras referências bibliográficas para ter melhor domínio do assunto.
Durante aentrevista foi feita uma pergunta bem curiosa á Maria Odila, se o Professor Sérgio Buarque tinha sido um grande professor? Como uma boa historiadora responde fazendo uma belíssima explanação, que tinha uma memória prodigiosa, fazia longos discursos eruditos, o mesmo não era um professor usual, tinha sempre algo desconcertante, a dizer era um desorientador, indicava uma longa bibliografia. Ele semprecostumava lhe emprestar diversos livros, em alguns dele ela fazia várias anotações em caneta grafite, e quando ia devolver esquecia de apaga-las, mais ele era bastante compreensivo, e ainda fazia o seguinte comentário: “que seu livro agora estava valorizado pelas suas anotações”.
Trabalhou sob a orientação de Sérgio Buarque de Holanda, posteriormente, vinculou-se profissionalmente a universidadepaulista, chegando á posição de professora titular, no início de sua carreia profissional enfrentou preconceito por ser uma professora muito jovem, na época com 21 anos.
Em 1963 começou seu curso de pós graduação em história social, foi a primeira aula deste curso na USP. Realizou estágios de pesquisa no British Museum, na Bodleian library da Universidade de Oxford, na Universidade de Yale e naLibrary of Latin American Studies da Universidade do Texas, em Austin. Ela comenta que a pesquisa foi maravilha um grande aprendizado, tinha como título: “O Brasil na historiografia romântica inglesa: Robert Southey e Walter Scott”, tendo com professor orientador Sérgio Buarque de Holanda.
Em 1968, o governo federal decretou aposentadoria compulsória a diversos professores entre eles estavam:Fernando Henrique, Florestan Fernandes, Emilia Viotti. O professor Sérgio Buarque no dia seguinte se aposentou em solidariedade aos seus amigos professores, e procurou o Caio Prado Jr, que tinha acabado de escrever a tese “História e Desenvolvimento”, e pretendia que ele o sucedesse concorrendo para a livre-docência de História do Brasil na Universidade de São Paulo. Na tese o Caio Prado Juniorcriticava a política econômica.
E foi neste momento que Maria Odila o conhece, durante este período eles começam um romance. O Professor Caio Prado foi preso durante a ditadura e ela levava almoço todos os dias dentro da cadeia. E meses depois, ele foi exilado no Chile. O romance aconteceu em um período muito complicado, mas Maria Odila não queria casar com ele, já que existia uma diferença enorme...
tracking img