Marcelo ortale, estilista moda coutry.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1446 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Marcelo Ortale

O barretense nato Marcelo Ortale especialista em moda country, nasceu em 1968, e tem hoje 46 anos. Ele assumiu a criação dos trajes  das rainhas e princesas da Festa do Peão em 1984, quando ele tinha 16 anos, mas começou a desenhar com apenas nove anos como autodidata. Seu pai é Independente (espécie de clube de grandes fazendeiros da região, que promovem há 47 anos a festa doPeão em Barretos) benemérito e, desde criança, Marcelo convive com tudo isso, começou a trabalhar com moda e sofreu bastante preconceito, logo no início. Antes, os clubes da região é que providenciavam as roupas das rainhas e princesas e ele começou fazendo um destes trajes e nunca mais parou, continua após 30 anos com o trabalho, estando presente também na organização da festa. Barretos é suavitrine, de maio a outubro ele passa por mais de 60 cidades, em diferentes rodeios. Se, antes, ele sofria discriminação por parte de todos, hoje seu trabalho é bastante respeitado. Tratam-no, agora, como profissional. Mas o caminho foi longo.

Nos últimos 30 anos, porém, muita coisa na moda country mudou. Neste período, o estilista ganhou fama nacional pela originalidade, beleza e qualidade dosmodelos que confecciona em seu ateliê.
“Eram saias ou uma roupa de couro que tinha quase sete mil tachas, super pesada. A moça quase não andava, mas mesmo assim dava um efeito muito bonito na passarela. Isso era a nota final para ser eleita a rainha”, contou Ortale.
Há dez anos ele fez uma inovação. “Resolvi usar as chaparreiras, aquelas calças todas bordadas à mão, porque era um material maisleve.”
O estilista, que fez também os trajes usados na novela América, transmitida pela Rede Globo em 2008, se atualiza anualmente quando faz compras em São Paulo. “Busco materiais diferentes a cada viagem.”
Para ele, a roupa é um dos sonhos de toda menina que participa da festa e o papel da rainha é essencial. “A rainha de uma festa de peão é a mesma coisa que uma rainha de bateria de carnaval.”Os trajes apresentados pelas candidatas a Rainha e Miss Rodeio Brasil da Festa do Peão de Barretos sempre são um destaque a parte. As concorrentes abusam do estilo e da sensualidade para vestir as roupas ousadas confeccionadas pelo estilista. “A marca registrada das minhas roupas é a sensualidade. As meninas precisam estar super em forma para fazer bonito no concurso. É importante que elas sejamsensuais, mas nunca vulgares”, explica Marcelo.
As franjas e o strass estão muito presentes nas criações do estilista. A utilização de pele de cabra e aljofres, que são contas sextavadas, são detalhes especiais nos modelos. A exclusiva fivela Marcelo Ortale muitas vezes faz parte da indumentária das musas. Ele diz que não possui nenhum estilo, em suas criações ele utiliza elementos dosboiadeiros.

Hoje, também empresário, investiu seu talento em sua própria loja que fica em Barretos e se chama Marcelo Ortale Boutique. No seu ateliê há cerca de 300 trajes típicos de Rainhas e Princesas de festas do segmento, pois além do concurso e Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos ele também está presente em toda a temporada, de sete meses, de março a outubro, em feiras e festas de rodeio.Numa entrevista para Arnaldo Tadeu Campos em 2009, Marcelo responde:
Chique é...
“Ter filantropia, não falar o preço da roupa que está usando, entrar em qualquer lugar com a postura verdadeira, não ter preconceitos e aceitar também críticas construtivas...”
Brega é...
“Mulheres que não dão valos para a moda daqui, quem se acha madame e não é,quem frequenta academia e pensa que está em um chazinhode confraternização – o negócio é malhar!- a nova rica querer ser a tal, e concorrência de carros de luxo na porta da escola - é muito fútil.”

A Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos atrai cerca de 800 mil visitantes em 11 dias de evento. Gente de todo o país que visita o Parque do Peão e que se veste a caráter para “acontecer” no maior evento do gênero na América Latina; e Ortale percorre...
tracking img