Marcelo gleiser palestra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 55 (13712 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PALESTRA: MARCELO GLEISER

APRESENTAÇÃO – Muito boa noite. Sejam bem-vindos à Universidade São Marcos e à terceira conferência
do Fórum Permanente Universo do Conhecimento, intitulada O Homem e os Caminhos da Ciência do Século XXI. A TV
Cultura de São Paulo vai documentar o Universo do Conhecimento em programas especiais. A primeira conferência,
proferida pelo presidente Fernando HenriqueCardoso, será veiculada pela emissora no dia 9 de novembro agora. A
agenda dos demais programas será informada posteriormente. Por se tratar de um conteúdo público, a presença dos
senhores neste auditório automaticamente concede direito de imagem à emissora. Informamos ainda que o evento está
sendo transmitido ao vivo pela Internet em quatro endereços, através dos sitesuniversodoconhecimento.com,
univesiabrasil.com.br, sala de imprensa do comunique-se.com.br e no site do jornal francês Le Monde. Essa conferência
faz parte do calendário oficial das atividades da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, coordenada pelo Ministério
da Ciência e Tecnologia, com a colaboração de entidades nacionais vinculadas ao setor.

A Universidade São Marcos, inspirada no projeto Université de Toutles Savoir, realizado na Universidade Paris
V, Sorbonne, nossa parceria institucional, promove esse ciclo de palestras com renomados intelectuais do Brasil e do
Exterior. A idéia é realmente discutir os principais dilemas do mundo contemporâneo nas áreas de políticas, ciências e
humanidades. As palestras serão publicadas pela Unimarco, que é a editora da universidade. Esperamos contribuir parauma reflexão consistente sobre o complexo cenário do mundo contemporâneo, pautando-nos, conforme dita a missão
dessa instituição, nos princípios de conhecimento, ético e cidadania. O nosso convidado de hoje, com muita honra, é
Marcelo Gleiser, professor de física teórica e astronomia da Faculdade de Dartmouth, em New Hampshire, nos Estados
Unidos. Doutor pelo King's College da Inglaterra,integrou a equipe de pesquisadores do Fermlad de Chicago e também
do Institute for Theorithical Fisics da Califórnia. É também bolsista da Fundação Nacional de Ciência da Nasa e da Otan.
Em 1994, o professor recebeu o prêmio Presidential Faculty Fellows Award, das mãos do então presidente americano
Bill Clinton. É colunista da Folha de S. Paulo e autor dos livros A Dança do Universo e O Fim da Terrae do Céu, entre
outros. Portanto, neste momento convidamos o professor Marcelo Gleiser para proferir a conferência O Homem e os
Caminhos da Ciência no Século XXI.

MARCELO GLEISER – Boa noite. Antes de mais nada, eu queria agradecer o convite da Universidade São
Marcos, porque me sinto muito honrado de integrar esse quarteto de pessoas que fazem parte dessa série de palestras
Universo doConhecimento. Então eu tenho assim uma certa pressão sobre meus ombros para poder fazer as honras
da ciência também, porque as outras palestras lidam em princípio com outros temas. Mas uma das coisas que eu gosto

de levantar e que faz parte justamente da filosofia dessa seqüência de palestras é que hoje no conhecimento, mais do
que nunca, existe uma tendência a uma transdiciplinaridade, ouseja, a não essa compartimentalização do saber, que
era uma coisa muito comum no século XX. Hoje temos físicos trabalhando com pessoas de ciências neuro-cognitivas,
biólogos trabalhando com éticos e por aí afora. Então eu acho que, dentro desse meu apanhado que vou fazer nos
próximos 50 minutos, vocês vão ver que realmente a ciência hoje em dia não pode mais ser separada de outras áreas
que sãotradicionalmente consideradas intelectuais ou áreas geradoras de cultura. Hoje em dia, eu diria que a ciência é
e sempre foi na verdade, mas eu acho que talvez não tenha sido reconhecida assim, como sendo também uma
geradora de cultura, ela faz parte de uma formação de visões de mundo.

Para contextualizar um pouco isso, a gente pode pensar o seguinte: nós estamos aqui no século XXI, numa...
tracking img