Manuel correia de andrade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2370 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MANUEL CORREIA E A QUESTÃO AGRÁRIA




Lúcia Lirbório
Maria Cecília Cysneiros
Maria Pricila Miranda

✓ Geografia da UFPE, bolsistas do professor Manuel Correia, integrantes da Cátedra Gilberto Freyre.

Tendo suas particularidades como geógrafo, historiador, escritor e cientista político já contempladas em diversos artigos e entrevistas, pretende-se, aqui, falar do ManuelCorreia, o estudioso da questão agrária, tema que era um dos que mais inquietava o professor, objeto de suas primeiras preocupações e em torno do qual foram grandes as suas contribuições. O Manuel, grande exemplo de humanidade, o mestre que abriu um grande leque de entendimento e de experiência única.
Nascido no Engenho Jundiá, em Vicência, na Mata Setentrional de Pernambuco, a aproximadamente100km do Recife, Manuel Correia conviveu com trabalhadores rurais e, tendo ele oportunidade de estudar e de usufruir de uma vida privilegiada, percebeu que muitos, naquela região, não tinham as mesmas condições, chegando, inclusive, em determinado momento, a fazer a observação de que muitos meninos de sua idade possuíam uma inteligência fora do normal, mas eram obrigados a trabalhar ao invés deestudar, por não terem condições financeiras. Ficou perplexo diante disso e tentou entender: “Por que uns tinham e outros não tinham esse direito?”. Ao estudar no Recife, todas as vezes que voltava de férias para o engenho percebia que muitos daqueles meninos não estavam mais por lá, e isso influenciou na sua preocupação com o problema agrário, e por meio de leituras, concluiu que a questão agráriaera o problema fundamental do Brasil. “Impressionava-me o sistema de submissão destes àqueles e imaginava como seriam as oportunidades para uns e outros.”
Por ocasião de uma homenagem do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem- Terras (MST) ao professor Manuel, em um jantar com João Pedro Stédile e Jaime Amorim, do MST, acompanhado dos geógrafos Bernardo Mançano e Joaquim Correia, numaconversa amigável, disse-lhes que teriam que lembrar que “não existe um Brasil, mas vários brasis. Assim, as aspirações dos sem-terra do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, que são essencialmente pequenos proprietários, podem ser muito diferentes das aspirações dos trabalhadores rurais assalariados do Nordeste, ou dos extrativistas da Amazônia.” Com isso quis mostrar que são necessárias muitasreformas agrárias. Em entrevista para a revista Teoria e Debate, em 2000, o mesmo afirma: “O Brasil deveria ter realizado uma série de reformas estruturais que já eram defendidas no século passado e que até hoje não foram concretizadas. A principal delas é a reforma agrária.”
Manuel Correia teve uma história de vida que se confundiu, muitas vezes, com a militância, sendo reconhecido pelosmovimentos sociais de luta pela terra. Esteve sempre ao lado das iniciativas mais progressistas em defesa da justa distribuição de terra e renda no campo. Escreveu sobre as diversas rebeliões pernambucanas, demonstrando sua admiração pelas formas mais fiéis de resistência e lutas sociais. Foi amigo de Francisco Julião e apoiou as Ligas Camponesas.
Tiveram grande importância em sua formaçãoas leituras de Engels, Kautsky, Rosa de Luxemburgo e Lênin. Em suas reflexões, sempre esteve bem presente a forte influência marxista, cuja crítica social apreciava (“A história de toda a sociedade até hoje tem sido a história das lutas de classe” – Karl Marx). Teve como mestres o geógrafo Pierre Monbeig, o historiador Caio Prado Junior e o médico e geógrafo Josué de Castro.
Dos grandeslíderes brasileiros, na visão do professor Manuel, destacar-se-iam Euclides da Cunha e Joaquim Nabuco, ambos sempre mencionados por ele em reuniões da Cátedra Gilberto Freyre, seja pelas suas atuações políticas ou por suas obras. O primeiro, positivista e evolucionista, teve influência marcante em sua formação intelectual. Ele dizia: “Canudos não se rendeu. Exemplo único em toda a história,...
tracking img