Manual dos fuzileiros navais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1215 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Manual dos Fuzileiros Navais.
O presente manual retrata conhecimentos básicos aos candidatos que recentemente ingressam no Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, o mesmo foi aprovado pelo Senhor Almirante de Esquadra (FN) Álvaro Augusto Dias de Monteiro, no dia 12 de novembro de 2008, nele estão expressos 20 capítulos que habilitam a aqueles que almejam aprender e exercer as funçõesque são de destino no decorrer da carreira. São colocados em pauta, os seguintes capítulos: Histórico dos Fuzileiros Navais, Tradições Navais, Hierarquia, Disciplina e Cortesia, Legislação Pertinente aos Militares da Marinha do Brasil, Educação Moral e Cívica, Direito de Guerra, Liderança, Organização, Uniformes, A Carreira, Condicionamento Físico, Serviços Internos, Equipagens Individuais,Primeiros Socorros, Navegação Terrestre, Armamento do CFN, Medidas de Proteção, Introdução as Operações Anfíbias e Hinos e Canções.
O livro relata o Histórico dos Fuzileiros Navais e seus acontecimentos, de quando a Brigada Real foi criada (28 de agosto de 1797), onde a mesma acabou originando o Corpo de Fuzileiros Navais na época, no Brasil a corte ocupou o Fortaleza de São José da Ilha das Flores em 21de março de 1809, por determinação do Ministro da Marinha D. João de Rodrigues de Sá e Menezes – Conde de Anadia, neste capitulo foram apresentadas as três fases: onde de 1808 a 1847 ficou conhecido como Artilharia da Marinha, de 1847 a 1932 como Infantaria da Marinha e de 1932 aos tempos atuais como junção de ambas, esquecendo-se de dar ênfase nas operações que fizeram parte no decorrer dasfases, deixando os leitores sem o conhecimento que seria válido ao aprimoramento do orgulho pessoal de estar em uma força com vasto histórico de lutas por defesa da Pátria; as Tradições Navais que são exibidas os tipos de serviços e atribuições, de como é a composição da gente de bordo que é composto por Comandante e Tripulação, onde a ultima se subdividem em Oficialidade e guarnição que são aspraças, os quartos de hora que o dia marinheiro é dividido, de forma bem sucinta os procedimentos rotineiros que ocorrem a bordo como: saudação entre militares, saudar o oficial de serviço, o pavilhão nacional, instalações de bordo e retratam também para efeito de conhecimento a nomenclatura das partes do navio, pois poucos Navais possuem a oportunidade de conviver em tais âmbitos; Na matéria hierarquiae disciplina tida como bases institucionais das forças armadas, é colocada em pauta a necessidade de preparar militares bem obedientes e que possuam respeito na hierarquia da carreira militar, pois ela ajudara em ambientes de guerra, pois um combatente bem disciplinado possui uma eficiência inigualável nas ações que deveram ser tomadas em conflitos, neste presente contexto são exemplificados osprocedimentos do Fuzileiro Naval em diversas situações, sendo em locais públicos ou militares; Tratando de forma bem resumida da Legislação Pertinente aos Militares da MB; Educação Moral e Cívica, onde mostra ao combatente que a família será seu primeiro grupo natural, que a pátria deve ser defendida com honra e que se preciso, com o sacrifício da própria vida, dos símbolos nacionais e datasespeciais; Direito da Guerra, colocando como essência a forma de tratamento com civis e prisioneiros, evitando sofrimentos desnecessários respeitando sempre os sinais convencionais e recriminando a prática do uso de tais para estratégias militares.Liderança que é de vital importância, pois trabalha muitos valores humanos, mostrando aos militares no inicio de suas carreiras que o exemplo é a melhor formade fazer com que pessoas ajam da forma que a instituição deseja, com vontade e não por pressão, pois são persuadidas pelo mais antigo de fração com palavras de incentivo e ate mesmo pela demonstração de carisma que o mesmo passa para o grupo se preocupando e procurando fazer o melhor em benefício de todos, esta matéria deveria ser ministrada desde o curso de formação para soldados ou até mesmo...
tracking img