Manual de roedores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 167 (41556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNASA

VIGILÃNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Manual de Controle de Roedores

Presidente da República Fernando Henrique Cardoso Ministro da Saúde Barjas Negri Presidente da Fundação Nacional de Saúde Mauro Ricardo Machado Costa Diretor-Executivo George Hermann Rodolfo Tormin Diretor do Centro Nacional de Epidemiologia Jarbas Barbosa da Silva Júnior Diretor do Departamento de Saúde Indígena UbiratanPedrosa Moreira Diretor do Departamento de Engenharia de Saúde Pública Sadi Coutinho Filho Diretor do Departamento de Administração Celso Tadeu de Azevedo Silveira Diretor do Departamento de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Antônio Leopoldo Frota Magalhães

Manual de Controle de Roedores

Brasília, dezembro de 2002

 2002. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde Épermitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte.

Editor: Assessoria de Comunicação e Educação em Saúde/Ascom/FUNASA Núcleo de Editoração e Mídias de Rede Setor de Autarquias Sul, Quadra 4, Bl. N, Sala 517 70.070-040 – Brasília/DF

Distribuição e Informação: Centro Nacional de Epidemiologia Coordenação-geral de vigilância epidemiológica Coordenação de vigilância dasdoenças transmitidas por vetores e antropozoonoses SAS - Quadra 4 - Bloco N - 7º Andar - Sala 709 Telefone: 0xx (61) 226-9075 - 3146332 70.070-040 - Brasília/DF.

Tiragem: 10.000 exemplares Impresso no Brasil/Printed in Brazil

Brasil. Fundação Nacional de Saúde. Manual de controle de roedores. - Brasília: Ministério da Saúde, Fundação Nacional de Saúde, 2002. 132p.: il. 1. Roedores - prevenção econtrole. 2. Vigilância epidemiológica. 3 zoonose. I. Título.

Apresentação

A presença do roedor em áreas urbanas e rurais gera agravos econômicos e sanitários de relevância ao homem. O roedor participa da cadeia epidemiológica de pelo menos trinta doenças transmitidas ao homem. Leptospirose, peste e as hantaviroses são doenças de importância epidemiológica no Brasil por eles transmitidas.Ocorrem, em média, cerca de 3.200 casos de Leptospirose humana no país anualmente, com letalidade em torno de 12%. Já os casos de Síndrome Pulmonar por Hantavírus vêm ocorrendo no país desde 1993, com alta letalidade tendo o roedor silvestre como reservatório. O Centro Nacional de Epidemiologia (Cenepi) da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) disponibiliza este Manual de Controle de Roedores aosprofissionais e técnicos que atuam na vigilância epidemiológica e ambiental de doenças transmitidas por roedores, especialmente dos Centros de Controle de Zoonoses, visando fornecer subsídios para o planejamento, a operacionalização e avaliação de programas de controle de roedores nos municípios brasileiros. A importância da participação e o envolvimento da população pela educação em saúde tambémsão abordados neste manual, além de oferecer noções de manejo ambiental para a efetividade das ações propostas.

Introdução
Historicamente, a fixação do homem à terra, gerando excedentes alimentares a partir do advento da agricultura, e o desenvolvimento dos povoados, cidades até as megalópoles, criaram condições ideais à ligação comensal dos roedores com o homem, originando um processo desinantropia1. Esta sinantropia dos roedores e a precariedade dos processos de urbanização, com problemas crescentes de disposição de resíduos sólidos, drenagem adequada de águas pluviais e de construção e tratamento de esgotos, exigem a integração das ações da municipalidade e da comunidade como mecanismo básico para a implantação de um programa de controle de roedores capaz de resultados consistentes.Um manual de controle de roedores deve basear-se na constatação simples e objetiva de que a proliferação destes animais ocorre porque o homem, e a sociedade como está organizada, fornecem, de forma abundante, o que os roedores necessitam para sobreviver: alimento, água e abrigo proporcionando conseqüentemente, um desequilíbrio populacional destes animais gerando prejuízos econômicos e a...
tracking img