Manual de praticas laboratorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MANUAL DE LABORATÓRIO
QUÍMICA GERAL



o

Versão n 2, Fevereiro-2013
Salvador, Bahia

QUÍMICA GERAL

Página 2

SUMÁRIO:
1° Prática:Técnicas básicas de Laboratório I

PAG.0 4

2° Prática: Técnicas básicas de Laboratório II

PAG. 11

3° Prática: Estrutura atômica - Ensaio de chama

PAG. 19

4° Prática: Propriedades Periódicas

PAG. 21

5° Prática: Solubilidade edeterminação de álcool na gasolina

PAG.26

6° Prática: Campo elétrico e condutividade de líquido s e sólidos PAG. 30
7° Prática: Ácidos e Bases

PAG.35

8° Prática: Reações químicas e Tratamento de água

PAG. 40

9°Prática: Eletroquímica: Pilhas de Daniel e Eletrólise

PAG.44

ANEXOS

PAG. 53

INSTRUÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO FLUXOGRAMA

PAG. 54

INSTRUÇÃO PARA ELABORAÇÃO DORELATÓRIO

PAG. 57

SEGURANÇA NO LABORATÓRIO DE QUÍMICA

PAG. 73

MATERIAL BÁSICO DE LABORATÓRIO

PAG. 82

QUÍMICA GERAL

Página 3

1°Prática:
Preparo e separação de misturas homogêneas e
heterogêneas – parte I
Objetivo:





Preparar misturas homogêneas e heterogêneas;
Identificar as principais vidrarias de um laboratório;
Separar misturas heterogêneas;
Aprender osfundamentos das principais técnicas de laboratório.

Parte experimental:
Parte I - Preparo de uma mistura homogênea (sólido-líquido)
1. Pegue um béquer (1) e com uma espátula (2), pese 1,0 g de sulfato
de cobre (CuSO4.5H2O);
2. Com uma pisseta (3), coloque 20 mL de água destilada em uma
proveta (4) e transfira para o béquer;
3. Misture o sistema com um bastão de vidro (5).

(1)

(2)(3)

(4)

(5)

(1) Béquer: Serve para dissolver substâncias, efetuar reações químicas.
(2) Espátula: Material de aço ou porcelana, usado para transferência de substâncias sólidas.
Deve ser lavada e enxugada após cada transferência.
(3) Pisseta: Usada para lavagem de materiais ou recipientes através de jatos de água destilada,
álcool ou outros solventes.
(4) Proveta: Recipiente de vidroou plástico utilizado para medir e transferir volumes de
líquidos. Não deve ser aquecida.

QUÍMICA GERAL

Página 4

(5) Bastão de vidro: É um bastão maciço de vidro. Serve para agitar e facilitar as dissoluções,
mantendo as massas líquidas em constante movimento. Também auxilia na filtração.

Parte II - Preparo de uma mistura heterogênea (sólido-líquido)
1. Com um vidro de relógio (6)e com uma espátula, pese 2,0 g de
dióxido de silício –silica gel (SiO2);
2. Transfira a amostra pesada para a solução pre parada na Parte I;
3. Misture o sistema com um bastão de vidro .

(6)
(6) Vidro de relógio: Peça de vidro de forma côncava. É usado para cobrir béqueres, em
evaporações, pesagens de diversos fins. Não pode ser aquecido diretamente na chama do bico
de Bunsen.

ParteIII – Separação de uma mistura heterogênea: Filtração Simples
Obs:
Utilize a solução preparada anteriormente.
1. Prenda uma argola (7) a uma mufa (8) sobre uma haste
universal (9);
2. Pegue um funil ordinário (10) e coloque sobre a argola;
3. Coloque um erlenmeyer (11) embaixo do funil;
4. Pegue um papel de filtro, dobre-o e coloque dentro do funil
ordinário (figura 01);
5. Com um bastão devidro, efetue o procedimento de filtr ação
como mostrado na Figura 02.

QUÍMICA GERAL

Página 5

Figura 01: Papel de filtro dobrado

Figura 02: Apresentação da técnica de filtração

QUÍMICA GERAL

Página 6

(7) e (8)

(9)

(10)

(11)

(7) Argola: Usado com suporte para funil de vidro.
(8) Mufa: Peça metálica usada para montar aparelhagens em geral. Pode vir já presa aargola
ou a garra.
(9) Haste ou suporte universal: Utilizado em várias operações como: filtrações, suporte para
condensador, sustentação de peças, etc.
(10) Funil comum: Usado para transferência de líquidos.
(11) Erlenmeyer: Utilizado para titulações, aquecimento de líquidos, dissolução de substâncias
e realização de reações químicas.

BIBLIOGRAFIA
- E. Giesbrecht et al.; Experiências de...
tracking img