Manual de curativos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ministério da Educação
Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Campus Universitário de Rondonópolis – CUR
Instituto de Ciências Exatas e Naturais – ICEN
Curso de Enfermagem





DENIZE JUSSARA RUPOLO











MANUAL DE CURATIVOS



















RONDONÓPOLIS/MT
BRASIL – 2010

I. INTRODUÇÃO


O Tratamento de feridas se refere àproteção de lesões contra a ação de agentes externos físicos, mecânicos ou biológicos, tendo com objetivo reduzir, prevenir e/ou minimizar os riscos de complicações decorrentes.
Antes da seleção e aplicação de um curativo em uma ferida, é necessária uma avaliação completa da ferida, do seu grau de contaminação, da maneira como esta ferida foi produzida, dos fatores locais e sistêmicos e dapresença de exsudato, como forma de agilizar, o processo de cicatrização e proteger a ferida.
Além disso, o tratamento do portador de ferida é dinâmico e deve acompanhar a evolução científica tecnológica. Por esse motivo, foi elaborado este manual com o intuito de instrumentalizar as ações dos profissionais e sistematizar a assistência a ser prestada ao portador de ferida, além de fornecersubsídios para implementação deste tratamento.











II. CLASSIFICAÇÃO DAS FERIDAS


1. Classificação quanto às causas:

1.1. Feridas Cirúrgicas: são provocadas intencionalmente e se dividem em:
• Incisa: onde não há perda de tecido e as bordas são geralmente fechadas por sutura;
• Por excisão: onde há remoção de uma área de pele, ex: área doadora de enxerto.• Por Cirurgia e procedimentos terapêutico-diagnósticos (cateterismo cardíaco, punção de subclávia, biópsia, etc.).


1.2. Feridas Traumáticas: são aquelas provocadas acidentalmente por agentes:
• Mecânico (contenção, perfuração, corte);
• Químico (por iodo, cosméticos, ácido sulfúrico, etc.);
• Físico (frio, calor, radiação).

1.3. Feridas Ulcerativas: são lesõesescavadas, circunscritas na pele, formadas pela morte e expulsão do tecido, resultantes de traumatismo ou doenças relacionadas com o impedimento do suprimento sanguíneo.
O Termo úlcera de pele representa uma categoria de ferimento que inclui úlceras de decúbito, assim como de estase venosa , arteriais e ulceras diabéticas.

2. Classificação quanto ao conteúdo microbiano:

2.1. Limpa: condiçõesassépticas sem microorganismo;

2.2. Limpas – contaminadas: lesão inferior a 6 horas entre o trauma e o atendimento, sem contaminação significativa;

2.3. Contaminadas: lesão ocorrida com tempo maior que 6 horas (trauma e atendimento) sem sinal de infecção;
2.4. Infectadas: presença de agente infeccioso no local e lesão com evidência de intensa reação inflamatória e destruição de tecidos podendohaver pus.

3. Classificação quanto ao Tipo de Cicatrização:

3.1. Feridas de cicatrização de primeira intenção: não há perda de tecidos, as bordas da pele ficam justapostas. Este é o objetivo das feridas fechadas cirurgicamente com requisitos de assepsia e sutura das bordas.

3.2. Feridas de cicatrização por segunda intenção: houve perda de tecidos e as bordas da pele ficam distantes. Acicatrização é mais lenta do que primeira intenção.

3.3. Feridas de cicatrização por terceira intenção: é corrigida cirurgicamente após a formação de tecido de granulação, a fim de que apresente melhores resultados funcionais e estéticos.

4. Classificação quanto ao Grau de Abertura:

4.1. Ferida aberta: tem as bordas da pele afastadas;
4.2. Ferida fechada: tem as bordas justapostas.

5.Classificação quanto ao Tempo de Duração:

5.1. Feridas agudas: são as feridas recentes;

5.2. Feridas crônicas: tem um tempo de cicatrização maior que o esperado devido a sua etiologia. Por exemplo, os pontos epiteliais de uma ferida cirúrgica podem ser retirados com 7 a 10 dias após o procedimento, pois nesse período espera-se ter ocorrido o reparo da lesão, que aguarda apenas a fase de...
tracking img