Mangueiras de combate a incêndio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5855 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

MANGUEIRAS DE COMBATE A INCÊNDIO

BELO HORIZONTE

2010

Anderson

Antônio

Clécio

Daniel

Gustavo

MANGUEIRAS DE COMBATE A INCÊNDIO

Trabalho apresentado ao professor de Tecnologia e Prevenção de Combate a Incêndios e Controle de Sinistros Faceber Menezes Alves, do curso Técnico em Segurança do Trabalho do Senac/MG.

BELO HORIZONTE2010

BELO HORIZONTE

2010

SUMÁRIO

Introdução 5

Mangueiras de combate a incêndio 6

Especificações da norma NBR11861 7

Tipos de mangueiras 11

Esguichos 20

Outros componentes 23

Maneabilidade com as mangueiras 26

Abrigo de mangueiras 33

Conclusão 37

Referência Bibliográfica 38

INTRODUÇÃO

Viemosatravés deste, repassar conhecimento sobre um assunto comum, mas não menos importante. O presente trabalho foi elaborado com o objetivo de conscientizar sobre a importância dos equipamentos de combate a incêndio utilizados nos meios de trabalhos, tanto como sua regulamentação. Para elaborar tais conhecimentos foram necessários vários estudos sobre classificação, material, procedimentos e Técnicas.A necessidade desse trabalho surgiu ao tomarmos conhecimento da quão importante são os risco que empregados correm, tantos profissionais, quanto amadores.

Tendo em vista este estudo, tentamos abordar um dos tópicos mais importantes na regulamentação e procedimentos a combate a incêndio – mangueiras sendo assim esperamos que o conteúdo venha somar com os conhecimentos já adquiridos.MANGUEIRAS DE COMBATE INCÊNDIO

A Norma Brasileira que aborda os aspectos construtivos e de desempenho das mangueiras de combate a incêndio é a norma ABNT NBR 11861.
Cronologicamente podemos dividir a criação desta norma em duas fases:
A primeira fase abrangeu a elaboração do primeiro texto base que foi editado por volta de 1990 sob a especificação EB 2161. Em 1992 essa codificação foi transformadapara a Norma NBR 11861, tendo sua validade até setembro de 1998.
Readequando-se às necessidades do mercado, essa norma passou por uma revisão. Sendo esta publicada em outubro de 1998.
Nessa revisão uma das principais mudanças foi a obrigatoriedade, por parte dos fabricantes, em comercializar mangueiras de incêndio com união. Essa mudança causou uma grande evolução para o mercado, principalmentepara as duas pontas da cadeia produtiva. Por um lado o fabricante, que ao comercializar o produto com união obteve uma diminuição considerável de reclamações provenientes de clientes que ao utilizar a mangueira, percebia vazamentos próximos à união ou até mesmo desempatamento da mangueira, por outro lado o consumidor, com um ganho de qualidade e uma maior confiabilidade no produto adquirido.
Umasegunda mudança trazida com a revisão da norma foi à inclusão de um ensaio que estabeleceu critérios mínimos de resistência à abrasão, proporcionando ao produto uma maior durabilidade.
Sendo assim, foi definido como mangueira de incêndio: “Equipamento de combate a incêndio, constituído essencialmente por um duto flexível dotado de uniões.”.
Por meio da evolução proporcionada pela revisão de 1998,foi possível estabelecer um processo de certificação sustentável. A partir deste momento, o setor ganhou maior credibilidade, possuindo um produto tecnicamente confiável. Na prática, ofereceu aos consumidores maior confiança no combate aos incêndios.

1. ESPECIFICAÇÕES DA NORMA NBR 11861

Como foi descrito acima, a norma criou a definição de mangueira como sendo:
“Equipamento de combate aincêndio, constituído essencialmente por um duto flexível dotado de uniões.”

1.1 IDENTIFICAÇÃO NA MANGUEIRA

Com o objetivo de proporcionar ao usuário maior facilidade na hora de comprar mangueiras de combate a incêndio, essas devem ser identificadas nas duas extremidades com:
❖ NOME OU MARCA DO FABRICANTE
❖ NÚMERO DA NORMA (NBR 11861)
❖ TIPO DE MANGUEIRA
❖ MÊS E...
tracking img