Madeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
DO AMAZONAS
Curso Técnico em Edificações
 
 
 
 
 
 
 

 
  
MADEIRA (Defeitos, Secagem e Preservação)
 
 
 
 
 
 

MANAUS
JUNHO-2011

Alunos:
* Mayara Lima
* Felipe Lopes
* Kelly Colares
* Anderson Drumond
* Isaac Rachid
* Layrane Oliveira
 
 

Trabalho apresentado a Disciplina de Materiais de Construção do curso de Técnicode Edificações 1º Modulo-Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Amazonas, solicitado pelo professor Jose Mota, para obtenção de da Ultima nota.
MADEIRA (Defeitos, Secagem e Preservação)

 
 
 
 
 
 

 
MANAUS
JUNHO-2011
INTRODUÇÃO

MADEIRA
Madeira de lei é um termo que surgiu na época do Brasil Colônia e é ainda empregado em vários lugares do país. Atualmente, chamam-se assim asmadeiras de maior interesse comercial, ou nobres, como o cedro, a cabriúva, a cerejeira, a peroba e o jacarandá. Mas essa denominação é incorreta. A origem do termo madeira de lei está relacionada ao interesse de Portugal em preservar madeiras brasileiras, principalmente das matas situadas nas regiões de Pernambuco, Alagoas e sul da Bahia. Algumas espécies ali encontradas eram importantes para aconstrução de navios de guerra e mercantes portugueses. Por isso, em 1698, a Corte baixou uma lei protegendo as espécies mais fortes e resistentes, que só podiam ser extraídas com autorização do governador. Na segunda metade do século 19 a exploração foi sistemática até que aquelas espécies se extinguiram. Desde 1991, há espécies protegidas por lei que podem ser exploradas, mas sob controle.
NoBrasil a madeira é empregada para diversos fins, tais como, em construções de igrejas, residências, depósitos em geral, cimbramentos, pontes (grande utilização do Eucalipto), passarelas, linhas de transmissão de energia elétrica, na indústria moveleira, construções rurais e, especialmente, em edificações em ambientes altamente corrosivos, como à beira-mar, nas indústrias químicas, curtumes, etc.Atualmente, ainda existe no Brasil um grande preconceito em relação ao emprego da madeira. Isto se deve ao desconhecimento do material e à falta de projetos específicos e bem elaborados. As construções em madeira geralmente são idealizadas por carpinteiros que não são preparados para projetar, mas apenas para executar. Conseqüentemente, as construções de madeira são vulneráveis aos mais diversos tiposde problemas, o que gera uma mentalidade equivocada sobre o material madeira. É comum se ouvir a frase absurda arraigada na sociedade: "a madeira é um material fraco". Isto revela um alto grau de desconhecimento, gerado pela própria sociedade. Em função disto, não se pode tomar como exemplo a maioria das estruturas de madeira já construídas sem projeto, pois podem fazer parte do rol de estruturas"contaminadas" pelo menosprezo à madeira ou procedentes de maus projetos.
Em geral, as universidades brasileiras não oferecem um preparo adequado ao engenheiro civil na área da madeira. Este despreparo do engenheiro causa uma fuga à elaboração de projetos de estruturas de madeira. Vãos significativos não recebem o dimensionamento apropriado, ficando comprometido o funcionamento da estrutura.Assim, é muito comum ver estruturas de madeira apresentando flechas excessivas, com empenamentos, torções, instabilidades etc.
A madeira é um material extremamente flexível quanto à sua nobreza ou à sua vulgaridade. Às vezes diz-se que construir em madeira é caro, outras vezes diz-se que é barato, sempre dependendo dos objetivos do interessado. Especialmente em relação aos custos, sempre seránecessário fazer uma avaliação criteriosa, comparando-se orçamentos provenientes de projetos bem feitos e racionais.
Outro aspecto importante e desconhecido pela sociedade refere-se à questão ecológica, ou seja, quando se pensa no uso da madeira é automático para o leigo imaginar grande devastação de florestas. Conseqüentemente, o uso da madeira parece representar um imenso desastre ecológico. No...
tracking img