Macrografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1726 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Objetivo

Realizar analise de macroestrutura da peça através de procedimentos de macrografia para que seja possível visualizar características da amostra.



































Sumário

Introdução 4
Macrografia 5
Materiais e Métodos 8
Resultados e Discussões 10
Comentários e Conclusões 11
Bibliografia 12Introdução


Este procedimento prescreve os conceitos aplicados na preparação do corpo de prova para análise microscópica. Através da realização da macrografia poderemos verificar a macroestrutura da amostra por procedimentos utilizados para a analise, tais como o corte , lixamento e o ataque químico , onde será possível caracterizar a amostra.1


2


3 Macrografia


Examina-se a olho nu ou com pouca ampliação (até 50X) o aspecto de uma superfície após devidamente polida e atacada por um reagente adequado. Por seu intermédio tem-se uma ideia do conjunto, referente à homogeneidade do material, a distribuição e natureza das falhas, impurezae ao processo de fabricação, qualidade de solda profundidade de tratamentos térmicos entre outras características.

Corpo de prova ou amostra
Parte do material ou produto com forma e dimensões especifica da superfície a ser analisada podendo está ser embutida ou não.

Corpo de prova embutido
O embutimento é de grande importância para o ensaio metalográficos, pois além de facilitar omanuseio de peças pequenas, evita que amostras com arestas rasguem a lixa ou o pano de polimento; bem como o abaulamento durante o polimento. Existem dois tipos de embutimento o embutimento a frio e o embutimento a quente.

Corpo de prova embutido a quente
No embutimento a quente, a amostra a ser analisada é colocada em uma prensa de embutimento com uma resina, sendo que o mais comumenteutilizado é a baquelite; de baixo custo e dureza relativamente alta. A Figura 1 mostra o corpo de prova embutido.

Corpo de prova embutido a frio
No embutimento a frio a amostra é colocada em um molde que é preenchido com resinas sintéticas de polimerização rápida.

Corpo de prova não embutido
É o corpo de prova cujas dimensões da superfície a analisar são suficientemente grandes a pontode não ser necessário o embutimento.

Corte
Às vezes é necessário particionar o corpo de prova para obterem-se amostras que servirão para análise metalográfica. Operações mecânicas como torneamento aplanamentos e outras, impõem severas alterações microestruturais devido ao trabalho mecânico a frio. O corte abrasivo oferece a melhor solução para este seccionamento, pois elimina por completo otrabalho mecânico a frio, resultando em superfícies planas com baixa rugosidade, de modo rápido e seguro.
O equipamento utilizado para o corte conhecido como “cut-off”, ou poli corte, com discos abrasivos intensamente refrigerados (evitando deformações devido ao aquecimento)a relativas baixas rotações é largamente utilizado nos laboratórios metalográficos.
A escolha e localização da seção aser estudada dependem basicamente da forma da peça e dos dados que se deseje obter ou analisar a mesma. Em geral, é efetuado o corte longitudinal ou o corte transversal na amostra.

O corte longitudinal permite verificar:
Se a peça é fundida, forjada ou laminada;

Se a peça foi estampada ou torneada;




A extensão de tratamentos térmicos superficiais, etc.

O corte transversalpermite verificar:


A natureza do material;

A homogeneidade;

A forma e dimensões das dendritas;

A profundidade de têmperas, etc.


O seccionamento da amostra deve ser efetuado de tal maneira que não complique as operações subsequentes. Entre os métodos de corte o que mais se adapta para o ensaio metalográfico é o corte por abrasão a úmido. Neste caso, os discos de corte...
tracking img