Macroeconomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Desvalorização do real pode derrubar Brasil em ranking de economias28/05/2012 - 15h16 http://www1.folha.uol.com.br/bbc

Um dos principais símbolos da recente ascensão do Brasil no cenário econômico mundial pode estar ameaçado pela crise europeia.
A avaliação é do economista brasileiro Marcos Troyjo, diretor do BRICLab, da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, que escreveu o artigo apedido da BBC:
O Brasil é sem dúvida afetado pela crise do euro. É também uma vítima dos efeitos colaterais da aversão ao risco global.
O impacto, no entanto, é limitado, graças à política macroeconômica conservadora dos governos tanto de Fernando Henrique Cardoso quanto de Luiz Inácio Lula da Silva, que colocou a situação financeira do Brasil em ordem. Privilegiou estabilidade sobre crescimentonos últimos 16 anos.
Se o epicentro da crise atual fosse a China, e não a Europa, os efeitos no Brasil estariam sendo mais intensos. A muito propagada noção de que o recente crescimento do Brasil foi impulsionado pela ascensão da China e seu apetite por commodities, setor em que o Brasil apresenta muitas vantagens comparativas, certamente jogaria contra o Brasil caso a economia da Chinadesaquecesse mais drasticamente.
Nós devemos, porém, observar que, apesar de a China ter se tornado o maior parceiro comercial do Brasil - e o comércio exterior do Brasil é cada vez mais "sino-dependente" - também é verdade que as exportações para esse país representam apenas cerca de 1,5% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil.
Na realidade, as exportações totais do Brasil respondem por apenas 10% doPIB brasileiro.
A crise global para o Brasil é, portanto, menos um problema relacionado a comércio e mais a investimento.
Curiosamente, as altas taxas domésticas de juros no Brasil - corretamente consideradas um dos vilões que historicamente impediam que a economia florescesse completamente - na verdade ajudaram a abastecer a ilusão de um alto PIB medido em dólar, assim como a de um realsobrevalorizado.

Comentário:
A crise do Euro interfere em nossa economia, visto que um dos motivos que fazem com que a bolsa brasileira seja muito influenciada pelos problemas externos é a grande quantidade de investidores estrangeiros que operam por aqui. E são eles que mandam na direção do mercado. Se eles saem, a bolsa cai. A bolsa de valores sempre reflete a expectativa futura do investidor. Seexiste uma expectativa de recessão global, que provavelmente vai afetar a economia brasileira, os preços começam a ser ajustados para baixo. Para entender tal situação devemos estudar conceitos como:

O modelo de Mundell-Fleming:
Modelo que assemelha-se ao modelo IS-LM de análise dos mercados de bens e monetário, porém possui em sua configuração uma análise detalhada da curva BP (balanço depagamento).

Em uma economia aberta deveremos nos ater ao conceito de mercado cambial. Por convenção, a taxa de câmbio significa o preço em moeda nacional da divisa (moeda) estrangeira.

Gráfico de Equilíbrio do mercado cambial:
Os fatores determinantes para a oferta de moeda estrangeira são as exportações, os empréstimos, e os investimentos. Em relação à demanda por moeda estrangeira, os fatoresque a determinam são as importações e as amortizações (pagamentos de empréstimos contratados anteriormente).

Um aumento na taxa de câmbio (E) acarreta a desvalorização da moeda nacional (diminuição do valor real). Dessa forma precisa-se de mais reais para comprar dólares. Em contrapartida, isso gera um aumento do preço ou valor do dólar em termos de moeda doméstica, isto é, um aumento da taxade câmbio (E)

A taxa de câmbio real define a a proporção entre o preço do bem estrangeiro e o preço do bem doméstico e podemos escrever essa relação da seguinte forma :

e = EP*/P

Determinação da Demanda Agregada:
Em uma economia aberta, a demanda agregada pode ser definida por :

Qd = C + I + G + BC

O consumo é função do consumo de bens domésticos (Cd) e de bens importados (Cm)....
tracking img