Macaulay

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8968 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO


Em muitos países, os adolescentes chegam a representar de 20 a 25% de suas populações. A atividade sexual dos adolescentes tem aumentado em todo o mundo, incrementando a incidência de partos em mulheres menores de 20 anos. (BRASIL, 2006).
Este fenômeno pode estar relacionado com as mudanças de comportamento sexual verificadas nos adolescentes nasúltimas décadas. Apesar disso, o serviço de saúde não vem acompanhando a contento essas necessidades. Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, só recentemente as autoridades tomaram consciência da importância dessa problemática em nível de saúde pública, a partir do que se iniciaram as primeiras estratégias de planejamento de serviços de saúde dirigidas aos adolescentes (BRASIL, 2006).
Por serconsiderada de alto risco, a gravidez na adolescência tem chamado a atenção de vários pesquisadores preocupados principalmente com as conseqüentes intercorrências obstétricas comuns a esta faixa etária, como por exemplo, as infecções urinárias, as anemias e a toxemia. (RADA, 2001).
O objetivo deste trabalho é evidenciar as características do perfil das adolescentes grávidas atendidas noHospital e Maternidade Mãe Luzia na cidade de Macapá em 2009, destacando as razões que têm elevado o registro de gravidez na adolescência através da análise dos dados sócio-econômicos e de saúde de 1.572 pacientes atendidas na cidade de Macapá com idades entre 12 e 19 anos, no ano de 2009. Os resultados da pesquisa pretende-se apresentar às autoridades de saúde do Estado do Amapá afim desubsidiar suas ações de educação em saúde prestadas a pacientes adolescentes.
A importância deste estudo se dá pela necessidade de se propor medidas de acompanhamento para o problema da gravidez na adolescência que sejam satisfatórias, em nível de serviços públicos de saúde. Sendo assim, para atender de forma adequada às necessidades de saúde das adolescentes grávidas são necessários aidentificação e o conhecimento precisos da magnitude do problema visando se estabelecer prioridades e melhorias o nível de assistência à saúde.
O estudo evidenciou, entre outros aspectos, a importante relação entre gravidez e abandono escolar, o qual aponta para um possível agravamento das condições socioeconômicas das adolescentes, que terão limitadas suas possibilidades de ocupação e sustento,de si e de seus filhos.
Pudemos identificar a preocupação das adolescentes com os aspectos biológicos, já que o acompanhamento pré-natal foi, em geral, realizado de maneira assídua.
2 REFERENCIAL TEÓRICO


2.1 A ADOLESCÊNCIA


O desenvolvimento humano se entende como uma sucessão evolutiva de “momentos” através da qual o individuo vai transitando, imerso em umprocesso histórico, dinâmico e contraditório.
Segundo Rada (2001), todo desenvolvimento humano se realiza na interdependência de dois processos: maturação e mutação ou troca. “O primeiro leva ao segundo e ambos correspondem ao que comumente se denomina ‘crise’, também chamada de estágios ou etapas, são ao mesmo tempo libertadoras e geradoras de conflitos e angústia”. Uma dessas etapas éa adolescência. Caracteriza-se fundamentalmente por ser um período de transição entre a puberdade e o estágio adulto do desenvolvimento. O termo transição remete a idéia de dinamismo e passagem.
A terminologia adolescência vem da palavra latina “adolescere”, do verbo adolescer, que na língua portuguesa, segundo o Dicionário Escolar da Língua Portuguesa (BRASIL, 2005) tem doissignificados: crescer e desenvolver-se.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) define adolescência como
O período da vida na qual o indivíduo adquire a capacidade reprodutiva, transita os padrões psicológicos da infância para a fase adulta e consolida sua independência socioeconômica. (BRASIL, 2006).


Em nossa cultura, conforme analisa Carvalho (2002), a adolescência é...
tracking img