Mão invisível

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 845 (211208 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
OS ECONOMISTAS

ADAM SMITH
A RIQUEZA DAS NAÇÕES

INVESTIGAÇÃO SOBRE SUA NATUREZA E SUAS CAUSAS

Com a Introdução de Edwin Cannan

VOLUME I
Apresentação de Winston Fritsch Tradução de Luiz João Baraúna

Fundador VICTOR CIVITA (1907 - 1990)

Editora Nova Cultural Ltda. Copyright © desta edição 1996, Círculo do Livro Ltda. Rua Paes Leme, 524 - 10º andar CEP 05424-010 - São Paulo - SPTítulo original: An Inquiry into the Nature and Causes of the Wealth of Nations Direitos exclusivos sobre a Apresentação de autoria de Winston Fritsch, Editora Nova Cultural Ltda. Direitos exclusivos sobre a tradução deste volume: Círculo do Livro Ltda. Impressão e acabamento:
DONNELLEY COCHRANE GRÁFICA E EDITORA BRASIL LTDA. DIVISÃO CÍRCULO - FONE (55 11) 4191-4633

ISBN 85-351-0827-0 APRESENTAÇÃO

l.

ADAM SMITH

Adam Smith nasceu em Kirkcaldy, Fifeshire, Escócia, em 1723,1 filho de uma típica família da classe alta não nobre da época. Seu pai, Adam Smith, era funcionário público que chegou a ocupar postos de certa importância na administração escocesa e sua mãe, Margareth Douglas Smith, descendia de proprietários de terras do condado de Fife. Da infância de Adam Smithpouco se registra além do fato pitoresco de que, aos quatro anos, quando em visita a seu avô materno, teria sido raptado por um bando de ciganos mas, felizmente, recuperado poucas horas depois. Um evento, entretanto, parece ter marcado seus primeiros anos e define os profundos laços afetivos que quase até o fim de sua vida o uniriam a sua mãe: a morte prematura do pai poucos meses antes do nascimentode Smith, que seria o único filho do casal. Na opinião de contemporâneos íntimos de Smith, Margareth Smith, falecida apenas dois anos antes de sua morte, foi o grande amor do grande filósofo e economista, que nunca se casou. O início de sua formação acadêmica teve lugar na Universidade de Glasgow, para a qual Adam Smith foi admitido em 1737, após completar sua educação secundária em Kirkcaldy. Dostrês anos passados em Glasgow — onde, de acordo com o currículo de Humanidades da época, iniciou o estudo dos clássicos greco-romanos, Matemática, Teologia e Filosofia — o fato mais importante a destacar é a grande influência sobre ele exercida por Francis Hutcheson, um dos maiores teóricos protestantes da Filosofia do Direito Natural, então Professor de Filosofia Moral em Glasgow.2 Foi em seuscursos — basicamente o que hoje seria considerado uma mistura de Ética, Direito e princípios
1 A data precisa do nascimento de Smith é desconhecida. A data de 5 de junho de 1723 dada por John Rae, um de seus mais famosos biógrafos, como a do nascimento de Smith é, de fato, a de seu batismo. Ver sobre isso VINER, J. Guide to John Raes’s Life of Adam Smith. In: RAE, J., Life of Adam Smith, J. M.Kelley, Nova Yorque, 1965, p. 139. Sobre Hutcheson, ver SCOTT, W. R. Francis Hutcheson. Cambridge, 1900. Sua influência intelectual sobre Smith é discutida em seguida.
5

2

OS ECONOMISTAS

de Economia, Política Comercial e Finanças Públicas3 — que Smith iniciou o estudo dos problemas econômicos. Em 1740, antes de completar os cinco anos então necessários para a graduação em Glasgow, Smithaceita uma bolsa para prosseguir seus estudos em Balliol College, Oxford. Com a provável exceção de um maior refinamento no estudo dos clássicos e de literatura, a experiência em Balliol pouca influência teve sobre sua formação, principalmente devido ao obscurantismo religioso e ao escolasticismo anti-racionalista que ainda impregnava a maioria dos quadros docentes da grande universidade inglesa.4Entretanto, aparentemente por pressões familiares, Smith permaneceu em Oxford além do tempo requerido para o bacharelado. Finalmente, como é provável que já houvesse então optado pelo magistério, a falta de estímulo intelectual e, principalmente, o fato de que em Oxford a maioria dos cargos docentes fosse condicionada ao ordenamento religioso — o que a ele decididamente não interessava — fazem...
tracking img