Luzes da educação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CARDOSO, Maria Rolo Fachada Levy. As luzes da educação, (p. 306-321).
Robson A. dos Santos

Os textos tratam, sobre tudo, da reforma do ensino educacional,introduzida no período Pombalino; métodos utilizados, as obras, bem como os decretos que auxiliaram no processo. A retórica e a eloqüência aparecem em destaque em relaçãoa gramática, uma vez que, “ensina todos os meios e artifícios para persuadir os ânimos e atrair as vontades” (p. 306). Entre principais obras para o ensino daretórica podemos destacar: o livro das instituições de Quintiliano, obras de retórica de Cícero, longino, e Aristóteles; dos modernos Vossio, Rolim, Fr. Luiz de Granada entreoutros. O grego figura uma das línguas mais importantes a ser estudada na época, o método adotado para o ensino do grego foi o Port- Royal, pela brevidade de suasregras, solidez e clareza. Foi criado o diretório de estudos, que tinha como diretor-geral D. Tomás de Almeida, que diante dos poucos recursos e da fiscalizaçãoimparcial de Pombal se viu obrigado a improvisar soluções afim de resolver os muitos problemas inerentes a seu cargo. Ainda nesse período podemos destacar a criação daschamadas Aulas Régias, em que, sua maioria eram ministradas por leigos. Alguns decretos foram criados mediante o fracasso iminente da reforma, aos quais podemos citar:Decreto de 30 de junho de 1821: que autoriza a abertura de escolas sem qualquer tipo de licença ou autorização; Decreto de 24 de fevereiro de 1823: que aumenta eregulamenta o salário dos professores de primeiras letras e o Decreto de 1 de março de 1823: que cria as primeiras escolas militares de ensino mutuo pelo método Lancaster.
tracking img