Lucicidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6855 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
ELIZANDRA SANTOS FERNANDES DE SOUZA – 401943 – JANEIRO DE 2009
MIRIAN ALMEIDA GONÇALVES FAGUNDES – 390451- JANEIRO DE 2009



PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
DISCIPLINAS CURSADAS: Metodologia do Ensino de Literatura Infanto-Juvenil.
Ludicidade.
Educação Infantil – Fundamentos.
Educação Infantil – Metodologias/Procedimentos.
Pesquisa e Prática Profissional – Educação Infantil.
Estágio – Educação Infantil.



CORONEL
FABRICIANO
2009

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
ELIZANDRA SANTOS FERNANDES DE SOUZA – 401943 – JANEIRO DE 2009
MIRIAN ALMEIDA GONÇALVES FAGUNDES – 390451- JANEIRO DE 2009



PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
DISCIPLINAS CURSADAS: Metodologia doEnsino de Literatura Infanto-Juvenil.
Ludicidade.
Educação Infantil – Fundamentos.
Educação Infantil – Metodologias/ Procedimentos.
Pesquisa e Prática Profissional – Educação Infantil.
Estágio – Educação Infantil.



CORONEL
FABRICIANO
2009
SUMÁRIOINTRODUÇÃO..............................................................................................................................04



INTRODUÇÃO

A construção da produção de aprendizagem tem como objetivo falar sobre aspectos relevantes pensamento prático-reflexivo no repensar Educação Especial como linguagem educadora da corporeidade humana, mediante uma linguagem "viva", dinâmica, a partir de capacidades de desenvolvimento do pensamento crítico-reflexivo do professor no trabalho comos alunos.
Desta forma, para se repensar Educação como linguagem educadora da corporeidade humana torna-se necessário apreendê-la enquanto linguagem viva e representativa do modo de ser do homem em busca do aprender a viver. Pois, entendê-se que o referencial primeiro da Educação é a vida. Então, o desafio pedagógico é provocar uma reflexão sobre repensar Educação mediada por atividades do seucotidiano por elaborações e re-elaborações que representem a própria linguagem da vida na expressão da corporeidade pelo seu entendimento e prática. Diante disso, propõe-se analisar a experiência do atuar do professor de Educação inclusiva que mediante o agir reflexivo e no sentido pessoal de viver represente uma linguagem viva, pensada, a partir da relação significado e movimento, como um hábito devida na proposta de prática pelos seus alunos. O que sem dúvida, não acontece com a Educação inclusiva em geral. A formação de professores caracteriza-se como ação fundamental, para que a inclusão ocorra de fato, mudando assim a realidade da educação especial no país, exterminando preconceitos e ampliando horizontes.
Este trabalho demonstra o quanto e importante para a nossa formação comoprofessores deve melhorar para realmente contemplar os pressupostos da educação inclusiva. Fica claro também que a proposta de formação é bem profunda. É importante ressaltar que a visão que se tem do deficiente está impregnada de preconceitos que permeiam o imaginário social. Ver no sujeito suas potencialidades é requisito essencial para que o professor desempenhe uma prática pedagógica inclusiva.Hoje somos capazes de compreendermos e praticarmos o acolhimento à diversidade e estamos abertas as práticas inovadoras na sala de aula. Através desta aprendizagem, nos como futuras professoras devemos adquirir conhecimentos sobre como conhecer as características individuais (habilidades, necessidades, interesses, experiências, etc...) de cada um dos alunos, a fim de poder planejar aulas que levemem conta atender melhor suas necessidades.
A metodologia de trabalho foi a partir de leituras, muitas pesquisas, reunião e de debates entre o grupo. Dentro da presente PA estudamos as seguintes diciplinas:
Fundamentos para as Necessidades Educativas Especiais (Profª Sueli Fernandes).
Metodologia do Ensino de Educação Física (Profª Nezilda Leci Gody Gonçalves).
Pesquisa e Prática...
tracking img