Lucas patiolli

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1159 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Acadêmico: Lucas Samuel Favetta RA: 01052250




Série: 2 B Sala11 Prof. Arlete





Curso: Ciências Contábeis (UNIPAR).





Quem foi o frei Luca Pacioli?





Luca Bartolomeo de Pacioli (Sansepolcro, Toscana, 1445 - Sansepolcro, Toscana, 19 de junho de 1517?), mongefranciscano, foi um famoso matemático italiano. É considerado o pai da contabilidade moderna. Apesar da infância pobre foi educado pelo matemático Dominico Bragadino e, tornou-se professor de matemática de uma escola local...


Pouco se sabe da sua infância, exceto que recebeu a sua educação do matemático Dominico Bragadino, e do seu amigo mais velho Piero della Francesca.
Proveniente de uma famíliapobre, o futuro de Pacioli parecia pouco promissor. Juntou-se a um mosteiro Franciscano em Sansepulcro e tornou-se aprendiz de um homem de negócios local.


Pacioli e o seu amigo Piero della Francesca foram para Appenines, onde Francesca conseguiu que Pacioli tivesse acesso à biblioteca de Frederico, Conde de Urbino. A coleção de cerca de 4000 livros permitiu-lhe aumentar os seus conhecimentosem matemática. 


Francesca apresentou Pacioli a Leon Baptist Alberti.


Alberti também apresentou Pacioli ao Papa Paulo II que encorajou Pacioli a tornar-se monge e a dedicar a sua vida a Deus.
Depois da morte de Alberti, em 1472, Pacioli aceitou a sugestão do Papa, e fez os votos para Franciscano.


Em 1475, Pacioli tornou-se professor na universidade de Perugia, onde ficou duranteseis anos, tendo sido o primeiro a lecionar uma cadeira de matemática nessa universidade.
Depois de 1481, Pacioli andou por toda a Itália, e por alguns locais fora, até ser chamado de novo para a universidade de Perugia pelos Franciscanos, em 1486. No decorrer deste tempo. Pacioli começou a chamar-se a si mesmo “Magister” que significa mestre, o que é equivalente a um professor em tempo integral,nos dias de hoje.
O ano de 1494 é o único durante a vida de Pacioli que é absolutamente certo. Foi durante este ano que Pacioli, com 49 anos, publicou o seu famoso livro Summa de Arithmetica, Geometria proportioni et propornaliti conhecido apenas por Summa. Este livro foi impresso em Itália em 1494, apenas doze anos após o aparecimento, em Veneza da primeira edição impressa de os elementos deEuclides. Depois lançou o passado no futuro. Pacioli foi a primeira pessoa a descrever contabilidade de dupla entrada, também conhecido como método Veneziano. Este novo sistema era o último grito que revolucionou a economia e o comércio. O “Summa” tornou Pacioli uma celebridade e assegurou-lhe um lugar na história como o pai da contabilidade. Este livro foi o tratado matemático mais lido em toda aItália e foi um dos primeiros livros publicados na imprensa de Gutemberg.


A obra de Pacioli tornou-se instantaneamente famosa e, em 1497 ele foi convidado para ir para Milão ensinar matemática na corte de Loduvico Maria Sforzo, duque de Milão. Um dos seus alunos viria a ser Leonardo da Vinci. Paciolo tornou-se amigo de Leonardo da Vinci, um dos maiores gênios da humanidade (1452-1519), figuraímpar do Renascimento.


Tal a amizade que Da Vinci tinha a Paciolo que, em 1499, após a fuga de Ludovico, com este se afasta de Milão, saindo juntos. Rapidamente passam por Mantua e Veneza para, então, ficarem, ambos, em Florença, residindo no mesmo domicílio.
A admiração de Paciolo por Leonardo era tamanha que a este fez muitas referências calorosas e elogiosas em outra obra que começou aescrever quando estivera em Milão: “De Viribus Quantitatis” (que se acha, em seu original, na Biblioteca da Universidade de Bolonha).


Tudo leva a crer que, Leonardo e Pacioli separam-se e só se reencontraram em Roma, em 1514, quando Leão X convidou o frei para lecionar (e quando esse já havia passado por Veneza, Perugia, Florença e Borgo di San Sepolcro).


Escreve Marinoni que o encontro...
tracking img